Publieditorial

Foto: Divulgação Americano é campeão mundial de poker pela 1ª vez e ganha mais de R$ 25 milhões Americano é campeão mundial de poker pela 1ª vez e ganha mais de R$ 25 milhões

Após mais de dez dias de jogos distribuídos em duas semanas de competição, o atleta norte-americano Scott Blumstein sagrou-se campeão do Main Event da World Series of Poker 2017 (WSOP 2017), evento patrocinado pela empresa 888poker e principal torneio mundial de poker.

Mais de 7.000 jogadores disputaram inúmeras rodadas até chegar a mesa final que começou na quinta-feira (20), na qual nove jogadores - cada um com pelo menos um milhão de dólares garantidos - se enfrentaram pelo grande prêmio de 8,15 milhões de dólares.

No sábado (22), último dia do torneio, haviam sobrado apenas três finalistas: Scott Blumstein (EUA), Dan Ott (EUA) e Benjamin Pollack (França). O francês Pollack deixou a competição com 3,5 milhões de dólares após ter sido eliminado por Ott, que adquiriu alguns fundos para enfrentar Blumstein - apesar deste ainda possuir uma larga vantagem de fichas.

Foram necessárias sessenta e quatro mãos e mais de três horas e meia de confronto direto em uma final que só pode ser descrita como dramática, mas Blumstein eventualmente conseguiu utilizar sua vantagem monetária para lentamente diminuir o número de fichas de seu oponente até finalmente conquistar o principal prêmio do poker e levar o famoso bracelete de campeão para casa.

Dois fatos que impressionam a respeito do jogador são o de que este foi o primeiro Main Event de Blumstein, que pode ser considerado um novato em relação a grande maioria dos outros competidores com os quais disputou a competição, e a humildade do jogador em relação a sua trajetória até a árdua conquista.

Durante a coletiva de imprensa após a vitória, quando perguntado sobre o seu futuro no esporte com altos valores, o humilde campeão declarou aos repórteres: "Não tenho ego no jogo. Sei o meu lugar. Duas semanas atrás eu era apenas um jogador básico de online e nada disso mudou. Este é só um torneio e para vencê-lo são muitas variáveis além de sorte e de ter de jogar o seu melhor. Tudo isso aconteceu".

A vitória do jovem norte-americano de 25 anos é mais uma em uma série de demonstrações da influência da idade na final do WSOP, que em 2017 aconteceu pela primeira vez sem o tradicional período de espera até novembro.

A idade média dos competidores e vencedores do torneio tem diminuído cada vez mais. De quase cinquenta anos nos primórdios da competição para aproximadamente trinta no começo da última década e pouco mais de vinte nos últimos cinco anos.

Alguns especialistas esperavam que a eliminação do período de espera beneficiasse ainda mais os competidores mais novos, tanto devido a sua maior resistência quanto a um possível desgaste de competidores veteranos, o que foi aparentemente confirmado pelo resultado do torneio.

A tendência da diminuição na idade dos competidores de poker de maneira geral tem sido atribuída a diversos fatores. Os principais são a maior disponibilidade de tempo dos jogadores mais jovens e a facilidade proporcionada por plataformas online, como a própria 888poker, que permitem que eles disputem uma quantidade de partidas que seria impensável antes do advento da internet.

A competição foi transmitida no Brasil pela ESPN e a final pode ser assistida novamente no site da empresa com narração de Sérgio Prado e Ari Aguiar.

Colocações Finais

1. Scott Blumstein (EUA) - US$ 8.150.000,00

2. Dan Ott (EUA) - US$ 4.700.000,00

3. Benjamin Pollak (França) - US$ 3.500.000,00

4. John Hesp (Reino Unido) - US$ 2.600.000,00

5. Antoine Saout (França) - US$ 2.000.000,00

6. Bryan Piccioli (EUA) - US$ 1.675.000,00

7. Damian Salas (Argentina) - US$ 1.425.000,00

8. Jack Sinclair (Reino Unido) - US$ 1.200.000,00

9. Ben Lamb (EUA) - USnt,000,000,00