Estado

Foto: Márcio Vieira

A jornada de trabalho na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo volta a ser de 8 horas diárias a partir dessa terça-feira, 1º de agosto, conforme estabelece o Decreto 5.666 de 22 de junho de 2017.

A jornada de seis horas para esse grupo de servidores, que se deu no período de 10 de novembro de 2016 a 31 de julho de 2017, foi determinada pelo governador Marcelo Miranda com o objetivo reduzir custos e gerar economia para a máquina pública, além de aumentar a produtividade e eficiência dos servidores públicos.

Segundo levantamento, a redução da jornada gerou economia de água, luz e material de expediente, no entanto, o equilíbrio das contas públicas vai além dessa redução, exigindo que o atendimento volte a ser de 8 horas diárias para o bom funcionamento da máquina pública.

Sindicato dos Servidores 

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (Sisepe-TO) protocolou ofício sobrando a manutenção e prorrogação da jornada de 6 horas diárias em todos os órgãos e entidades da Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual, exceto os casos que trabalham em regime de plantão e escala, porém, o pedido não foi atendido. 

Por: Redação

Tags: Jornada de Trabalho, Marcelo Miranda