Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Para garantir maior disponibilidade de água para a zona rural do município de Santa Rosa, o Governo do Tocantins começou as obras do Projeto Barraginhas nesta sexta-feira, 04. A ação é executada pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins).

As barraginhas são pequenas bacias de captação de águas da chuva e de enxurradas que estão sendo construídas nos 17 municípios do território sudeste do Tocantins, a região com os longos períodos de seca que atinge principalmente o homem do campo. O projeto é desenvolvido de forma a propiciar a infiltração destas águas no solo, diminuindo os efeitos da erosão e do assoreamento e melhorando ainda a recarga dos aquíferos subterrâneos.

Serão contempladas 75 propriedades rurais no município. O objetivo, segundo o diretor de Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos, Aldo Azevedo, é que após a implantação das pequenas bacias de contenção e no período de chuvas, a água seja retida, possibilitando melhores condições para que o homem do campo possa matar a sede dos animais e irrigar suas lavouras.

Além de contribuir para minimizar os problemas ocasionados pela seca, o diretor informa que o projeto auxilia no aumento da vazão de mananciais com a oferta de água, além de revitalizar rios e córregos.

Ação

O investimento total do Projeto é de aproximadamente R$ 2 milhões para a construção de 3.564 barraginhas. Os municípios contemplados ficam todos localizados na parte sudeste do Tocantins, região semiárida de menor índice de precipitação de chuvas no Estado, com 400 milímetros por ano.

O Projeto começou em abril de 2016 e já atendeu até o momento 15 cidades: Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus, Taipas, Arraias, Novo Alegre, Combinado, Lavandeira, Aurora do Tocantins, Novo Jardim, Rio da Conceição, Dianópolis, Porto Alegre, Almas, Natividade e São Valério da Natividade. Sendo que Santa Rosa do Tocantins é 16º município beneficiado.