Meio Ambiente

Foto: Divulgação  Nascimento inédito do pato-mergulhão em cativeiro teve apoio da Pescados Piracema Nascimento inédito do pato-mergulhão em cativeiro teve apoio da Pescados Piracema

Um dos vencedores do primeiro Prêmio Mérito Ambiental do Tocantins, realizado em junho deste ano pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), foi um projeto de reserva conservacionista apresentado pelo grupo Pescados Piracema, localizado no município de Almas. Vencedor na categoria Responsabilidade Ambiental, que distribuiu seis troféus a empresas e associações, o projeto começa agora a colher frutos com o nascimento inédito no mundo de três filhotes de pato-mergulhão (Mergus octosetaceus) em cativeiro.

O apoio ao PAN – Plano de Ação Nacional do pato-mergulhão, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), que visa ações para salvar a espécie do risco de extinção, é um dos objetivos da reserva conservacionista. O proprietário da empresa, Tarik de Azevedo, acompanhou, inclusive, a expedição em busca dos ovos em uma área de difícil acesso no Parque Estadual do Jalapão, Tocantins. Foram desses ovos que nasceram os primeiros patos-mergulhão em cativeiro, no ZooParque de Itatiba (SP), para onde foram levados.

A iniciativa prevê a coleta de ovos em vida livre para reprodução sob cuidados humanos, quando os filhotes são encubados e criados, com o objetivo de manter uma reserva genética e conseguir devolver os animais à natureza. Sobre o resultado positivo obtido, Tarik de Azevedo ressalta que “nos faz acreditar que estamos no caminho certo, conciliando atividades econômicas com preservação”. O empresário disse, inclusive, que o pato-mergulhão já foi escolhido como a nova mascote da Reserva Conservacionista Piracema. “Estamos ansiosos para receber os primeiros filhotes nascidos em cativeiro em nossa Reserva aqui no Tocantins, que terá a missão de ampliar o banco genético e tão logo seja possível iniciar o processo de reintrodução na natureza, afinal de contas aqui é uma das moradas dessa espécie no Brasil e é para cá que precisam retornar”, declara.  

A coleta dos ovos também contou com a parceria do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), que além de ajudar no transporte terrestre e aéreo, enviou técnicos para acompanhar a ação de perto.

Outro objetivo da reserva conservacionista é a instalação do primeiro criadouro científico privado do Tocantins para preservação de animais silvestres. Além disso, a Pescados Piracema assinou Termo de de Cooperação para Conservação e Soltura de Animais Silvestres com o Naturatins e já ajudou a reabilitar e devolver diversos animais à natureza.  

Prêmio

O Prêmio Mérito Ambiental do Tocantins homenageou pessoas físicas e jurídicas por contribuições à preservação e conservação dos nossos recursos naturais, além de redução de impactos e boas práticas ambientais em diversas áreas. As inscrições foram realizadas entre os meses de abril e maio e a premiação aconteceu no dia 05 de junho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente e parte da programação da 23ª Semana do Meio Ambiente no Tocantins.

Pato-mergulhão

O pato-mergulhão (Mergus octosetaceus) é uma das aves mais raras e ameaçadas de extinção em todo o planeta – na natureza restam menos de 300 indivíduos em apenas quatro áreas no Brasil, incluindo o Jalapão. Exigente, a espécie só vive em águas limpas e de qualidade, onde consegue encontrar facilmente os peixes para se alimentar. Desta forma, o pato-mergulhão é considerado um bio indicador, ou seja, sua presença representa que a área está em equilíbrio.