Estado

Foto: Divulgação Cláudia Coutinho (E), José Ronaldo, Tânia Mara, prefeito Laurez Moreira e Carlão (D) Cláudia Coutinho (E), José Ronaldo, Tânia Mara, prefeito Laurez Moreira e Carlão (D)

Com o respaldo e presença dos dirigentes da Federação de sindicatos de Servidores Públicos do Tocantins (Fesserto) e da Força Sindical-TO, o Sindicato de Servidores Públicos Municipais de Gurupi se reuniu, na tarde desta terça-feira, 23 de agosto, com o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, para reivindicar a atualização dos Planos de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR) dos servidores do Quadro Geral e da Educação.

Ao todo, o assunto interessa a cerca de 900 servidores, sendo 480 do Quadro Geral e o restante da Educação. O presidente da Fesserto e Força Sindical-TO, Carlos Augusto Melo de Oliveira (Carlão), e o diretor-tesoureiro da Fesserto, José Ronaldo dos Santos, participaram da reunião, que também contou com a presidente do sindicato de Gurupi, Tânia Mara Santos de Souza Melo, e com a secretária-geral da entidade, Cláudia Rogério Coutinho da Silva.

“É também atribuição das nossas entidades ajudarem no que couber aos seus filiados em todas as negociações de interesse de seus representados. A atualização dos PCCRs é imprescindível para os servidores de Gurupi e não mediremos esforços até que o objetivo seja alcançado”, explicou Carlão, ao destacar que, posteriormente, será negociada a atualização do PCCR dos servidores da Saúde.

O prefeito de Gurupi se demonstrou receptivo ao pleito e já nomeou quatro pessoas para integrar duas comissões para conduzirem as negociações. “O prefeito disse estar bem receptivo. Esperamos que os servidores tenham logo o seu direito efetivado”, salientou Carlão.

A presidente do sindicato, Tânia Mara, salientou que o apoio da Fesserto e da Força Sindical é de suma importância e contribui efetivamente para o êxito das negociações. “Esse apoio é de grande valia”, frisou.

O diretor-tesoureiro da Fesserto, José Ronaldo garantiu que a entidade acompanhará todas as etapas da negociação. “Estaremos monitorando este assunto constantemente”, assegurou.