Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia Interestadual de Capturas (Polinter) cumpriu, na tarde desta última quarta-feira, 23, mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara Criminal de Porto Nacional, em desfavor de Fernando R. da S., de 24 anos de idade.

De acordo com a delegada Suraia Carvalho Vilela, Fernando cumpria pena, em regime semi-aberto, pela prática de seis roubos à mão armada, cometidos no dia 23 de outubro de 2014, na região Sul da Capital. Após os fatos, Fernando foi preso e reconhecido pelas vítimas como sendo um dos autores dos crimes. Após ser julgado ele foi condenado a uma pena de mais de sete anos de reclusão, inicialmente, em regime fechado.

Posteriormente, a Justiça concedeu a Fernando a progressão do regime fechado para o regime semi-aberto, todavia, ele descumpriu as condições impostas pelo Poder Judiciário e, desta forma, teve decretada a regressão de regime novamente para o fechado.

Depois de preso, Fernando foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), conforme decisão judicial, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário, a fim de que possa cumprir o restante da sentença a qual foi condenado.

Os crimes

Por volta das 18h do dia 23 de outubro de 2014, Fernando e outro comparsa que também foi preso e condenado, efetuaram uma série de roubos à mão armada, na região Sul de Palmas. Armados com um revólver calibre 38, inicialmente, eles abordaram um jovem, no Setor Santa Fé e, mediante grave ameaça, subtraíram sua motocicleta.

De posse do veículo, em um espaço de menos de duas horas, eles roubaram vários estabelecimentos comerciais, tais como farmácias e mercado, subtraindo grande quantidade em dinheiro, bem como demais pertences das vítimas. Pouco depois, os dois acusados foram presos e reconhecidos pelas vítimas.