Polí­tica

Foto: Divulgação

Prefeitos das mais diversas regiões do Estado do Tocantins reuniram-se nessa quarta-feira, 23, no auditório da Assembleia Legislativa, em Palmas/TO, onde presenciariam do poder legislativo estadual o anuncio da distribuição de parte dos recursos do empréstimo de R$ 453 milhões pleiteados pelo Governo do Estado junto à Caixa Econômica Federal para os municípios tocantinenses. Ao término do encontro, os prefeitos pediram aos parlamenteares que não haja alterações no projeto de financiamento, além de garantias na execução de obras com os recursos contratados.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Carlesse, foi definido, por unanimidade entre os deputados, que todos os municípios do Estado receberão mais de R$ 1 milhão para obras de infraestrutura. “R$ 50 milhões são provenientes do dinheiro que seria destinado para construção do anexo do próprio Legislativo, mas após uma discussão entre todos os deputados, definimos cortar na própria carne e doar esse dinheiro para os municípios” anunciou.

Garantias

O prefeito de Centenário, Wesley Camilo, pediu condições que assegurem a proposta apresentada pelas parlamentares. “Nós prefeitos esperamos que não haja nenhuma alteração na promessa apresentada pelos deputados no decorrer dos trâmites na Casa de Leis, e que de fato os recursos garantam a efetiva execução de obras em nossos Municípios”, disse o gestor, que espera ainda que os recursos também possam levar pavimentação asfáltica aos municípios que ainda estão ligados por estradas de chão.

Avaliação positiva

A prefeita de Lizarda, Suelene Lustosa, a Sussu, avaliou como positiva a postura municipalista do poder legislativo estadual. “A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) promoveu a discussão dessa ideia, que posteriormente foi amadurecida pelos deputados estaduais. Se buscássemos esses pleito sozinhos, no gabinete de cada deputado, talvez o resultado seria outro. Mas como nos unimos junto a ATM, o pleito ficou ainda mais exequível”, disse.

Por sua vez, o prefeito de Augustinópolis, Júlio da Silva Oliveira, disse que a execução de obras com os recursos do financiamento trará benefícios direto às comunidades locais. “Sabemos que a falta de financiamento em obras de pavimentação asfáltica e recapeamento ocorre em todo o Brasil, e estamos vendo uma nova realidade no Tocantins, graças à atuação da ATM e dos deputados estaduais”, destacou. No encontro, o presidente da Assembleia Legislativa afirmou que o recurso de R$ 1 milhão destinado a cada município seria utilizado em obras de pavimentação asfáltica, recapeamento e calçamento.

O empréstimo

Inicialmente o empréstimo seria destinado para obras em apenas cinco municípios: Gurupi, Porto Nacional, Araguaína, Paraíso e Colinas. Uma comissão foi formada por prefeitos do Tocantins, encabeçados pela ATM, e deputados estaduais para definir a distribuição dos recursos de R$ 453 milhões pleiteados pelo Governo do Estado junto à Caixa Econômica Federal, que tramita na Casa desde o mês de junho.