Polí­tica

Foto: Humberto Pradera Presidente Carlos Siqueira durante conferência magna em comemoração aos 70 anos do partido Presidente Carlos Siqueira durante conferência magna em comemoração aos 70 anos do partido

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realiza no próximo domingo, 17, em Palmas/TO, o Congresso Estadual do PSB. O evento acontece a partir das 15 horas, na Assembleia Legislativa e contará com a presença do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do prefeito da Capital, Carlos Amastha, das principais lideranças do partido no Tocantins, além de outras autoridades locais.

Segundo a assessoria do PSB, mais de 100 diretórios do partido no interior já confirmaram presença no evento que tem como objetivo fortalecer a sigla e discutir os rumos da política no Tocantins.

Segundo o presidente estadual do partido, prefeito Carlos Amastha, a sigla vem crescendo, “sempre considerando as figuras históricas que têm muito a nos ensinar com aqueles que, assim como eu, querem fazer algo pela cidade e Estado em que vivem. Nessa junção de forças, pensamentos e ideias caminhamos para apresentar propostas sólidas de mudanças em prol da população que já conhece o nosso trabalho e atuação”, afirma Amastha.

Partido desidratado

Recentemente o PSB foi desidratado com a saída de várias lideranças que deixaram o partido para se filiar ao PSDB comandado no Estado pelo senador Ataídes Oliveira. Uma das perdas mais significativas foi a saída do prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, que administra o terceiro maior colégio eleitoral do Estado.

A avaliação geral é de que o partido perdeu força no momento em que teria de estar se fortalecendo para as eleições de 2018, uma vez que o prefeito da capital ambiciona a cadeira principal do Palácio Araguaia e sem aliados de peso junto ao eleitorado do interior fica difícil construir uma aliança viável.