Estado

Foto: Divulgação Coronel Glauber de Oliveira Santos  foi efetivado para comandar a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania Coronel Glauber de Oliveira Santos foi efetivado para comandar a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania

A Federação das Associações de Praças Militares do Estado (FASPRA-TO) encaminhou nota à imprensa esclarecendo sobre a saída do coronel Glauber de Oliveira Santos do posto de comandante da Polícia Militar do Tocantins. Segundo a Federação, o motivo da saída não foi por insatisfação da tropa. "Sempre defendeu os interesses da categoria e recebeu com atenção as demandas apresentadas pelas Associações Militares", segundo a Faspra. 

A Federação também informa não ter relação com o ocorrido em Guaraí/TO, quando um delegado da Polícia Civil foi baleado por policiais militares. "O coronel Glauber de Oliveira Santos deixa o Comando da Polícia Militar do Estado do Tocantins, por determinação do governador Marcelo Miranda, para assumir a Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju)". 

Entenda 

O Comando-Geral da Polícia Militar do Tocantins será assumido pelo atual chefe do Estado Maior, coronel Edvan de Jesus Silva. A Secretaria Estadual de Comunicação confirmou também que o governador Marcelo Miranda irá efetivar o coronel Glauber de Oliveira Santos, na Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju). A passagem de comando acontecerá na próxima segunda-feira, 06, às 17h30, no Quartel do Comando Geral da PM, em Palmas.

Em carta enviada ao governador Marcelo Miranda, a então secretária de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga entregou seu cargo no final do dia da segunda-feira, 30. O coronel Glauber de Oliveira Santos foi empossado como gestor interino da pasta na manhã de terça-feira, 31, juntamente com o novo subsecretário da pasta coronel Felizardo Ramos. 

Confira a nota da Faspra na íntegra 

Diante das muitas especulações divulgadas pelos canais de imprensa na manhã desta quarta-feira (01) sobre os motivos que levaram à saída do Coronel Glauber do posto de Comandante Geral da PMTO, a Federação das Associações de Praças Militares do Estado do Tocantins (FASPRA-TO) vem, através desta nota pública, prestar os seguintes esclarecimentos:

Diferente das informações veiculadas na mídia tocantinense, o coronel Glauber de Oliveira Santos não deixou o Comando da PMTO por insatisfação da tropa. Muito pelo contrário, durante o período no qual esteve à frente da Corporação o ex-comandante sempre defendeu os interesses da categoria e recebeu com atenção as demandas apresentadas pelas Associações Militares;

Também não é verídica a notícia de que a troca de Comando tenha tido relação com o ocorrido em Guaraí, ocasião na qual um delegado da Polícia Civil foi alvejado durante uma operação da Polícia Militar.

Dentre todos os argumentos apresentados pelos canais de comunicação, a única informação legitima é a de que o Coronel Glauber de Oliveira Santos deixa o Comando da Polícia Militar do Estado do Tocantins, por determinação do governador Marcelo Miranda, para assumir a Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju).

Após os devidos esclarecimentos, a FASPRA-TO aproveita para prestar sinceras homenagens ao estimado Coronel Glauber pelo valoroso trabalho desenvolvido no Comando da PMTO e pela dedicação com a qual recebia as demandas da tropa mesmo nas ocasiões em que, por motivos maiores, não era possível atender todas as solicitações.

Na oportunidade, a FASPRA-TO deseja boas-vindas ao novo Comandante e espera manter o bom diálogo com a instituição, a fim de continuar somando forças na luta em defesa dos direitos e pela valorização dos policiais militares do Tocantins.