Polí­cia

Foto: Divulgação

Na noite dessa quarta-feira, 8, uma ação conjunta realizada por policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Guaraí e da 7ª Delegacia Regional de Colinas do Tocantins, sob o comando dos delegados Adriano Carrasco, Túlio Motta, Ronie Esteves e Sávio Azevedo, resultou na prisão de suspeitos de integrar quadrilha que praticava roubos a mão armada e que agia na região das duas cidades.

A operação foi deflagrada após ação ousada de criminosos armados com revólveres, a qual vitimou comerciantes do Setor Aeroporto, além de familiares dos mesmos, fato ocorrido no início da noite da última terça-feira, 7, em Guaraí.

Na tarde de quarta-feira, 08, após ininterruptas buscas, o primeiro criminoso, identificado como Rafael M. G., vulgo “Rafael Sapateiro” (18 anos), foi localizado e preso, ainda em poder de um telefone celular e perfumes roubados das vítimas. Após a prisão de Rafael, a Polícia Civil obteve informações que os demais assaltantes estavam escondidos na cidade de Colinas.

Desta maneira, uma equipe da Polícia Civil daquela cidade foi acionada para dar apoio ao cerco policial e a rápida resposta proporcionou a identificação, localização e prisão de Douglas A. S. C. (19 anos); Jhonata R. C. (18 anos) e Jefson D. R. C. (24 anos).

Em poder dos suspeitos, os policiais civis localizaram um revólver calibre 38, utilizado no crime de Guaraí, 16 munições intactas; 405 gramas de maconha; 10 gramas de crack e cerca de R$ 432,00, em dinheiro, além de outros objetos roubados dos comerciantes de Guaraí, tais como: um notebook, um relógio; vários perfumes e dois telefones celulares. Um dos participantes do assalto ao comerciante, já identificado, ainda encontra-se foragido.

 Além de praticar roubo à mão armada, a quadrilha ainda pratica tráfico de drogas na região do Setor Santo Antônio (“cacau”), sendo conhecida pela extrema violência com que agia na prática dos seus crimes.

Nas buscas pelos criminosos, foi feita ainda a apreensão de um adolescente infrator de 17 anos que estava com mandado de internação expedido pela justiça da Comarca de Guaraí em seu desfavor pela prática de atos infracionais de roubo e tráfico ilícito de drogas, sendo também suspeito, inclusive, de compor a quadrilha presa em flagrante.

Os suspeitos presos foram conduzidos à Central de Atendimento da Polícia Civil de Guaraí para os procedimentos cabíveis e, em seguida foram encaminhados para Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

O adolescente infrator está mantido em cela apropriada no Complexo da Polícia Civil de Guaraí, onde aguardará decisão de recambiamento para estabelecimento específico para adolescentes infratores. (SSP/TO) 

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Civil