Polí­tica

Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), por meio da Corregedoria Regional Eleitoral, oficializou durante cerimônia realizada na manhã desta última sexta-feira, 24, a adesão ao Sistema de Informações de Direitos Políticos/ Infodip, para tramitação e processamento das comunicações referentes a direitos políticos e óbitos. A ferramenta foi desenvolvida e cedida pelo TRE do Paraná. O evento de implantação no Tocantins contou com a participação do corregedor eleitoral Luiz Taro Oyama, do presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Eurípedes Lamounier, dentre outras autoridades.

A corregedora, desembargadora Ângela Prudente, destacou as vantagens da ferramenta para as rotinas cartorárias. “Após conhecer o sistema, visualizei importantes benefícios que viriam com a sua implantação, como: eficiência, segurança, controle, economicidade e simplificação das atividades administrativas. Trabalhamos em busca de melhorias contínuas e o Infodip é uma importante ferramenta informatizada que irá impactar sobremaneira no desenvolvimento das rotinas cartorárias, de modo a ensejar racionalidade na aplicação dos nossos recursos humanos envolvidos”, destacou.

De acordo com o corregedor do TRE-PR, Luiz Taro Oyama, 22 Regionais já aderiram ao sistema. O magistrado reforçou como a interligação do Infodip tem facilitado os trabalhos da Justiça Eleitoral. Na oportunidade ele também parabenizou a rápida implantação do sistema no TRE-TO. “Só tenho a agradecer essa parceria, atos dessa natureza demonstram a verdadeira integração e o compartilhamento de boas práticas em benefício da sociedade, conjugando esforços para um desempenho dinâmico e sustentável”, comentou. O desembargador ressaltou ainda que o TRE-TO “foi um dos Tribunais mais rápidos na implantação do sistema, parabenizo este Regional que com uma equipe pequena consegue ser eficiente e ágil”.

Os servidores do Regional paranaense, Paulo Sérgio Esteves, coordenador de Fiscalização do Cadastro da Corregedoria do Paraná, Rafhael Dias de Oliveira, chefe da Seção de Direitos Políticos da CRE-PR e Iuri Camargo Kisovec, servidor da Diretoria geral do TRE-PR, fizeram uma breve apresentação do histórico e funcionalidades do sistema.

Além do recebimento e processamento das informações referentes a óbitos e a direitos políticos, o Infodip contará com outras funcionalidades, tais como: recepção das certidões fornecidas pelas justiças estadual e federal de 1º e 2º graus exigidas para registro de candidaturas; controle de inscrição de devedores inadimplentes em dívida ativa e do pagamento de multas eleitorais parceladas, justificativas por ausências às urnas; comunicação às ZEs das sanções impostas pelos TREs.

Ao final do evento a desembargadora Ângela Prudente assinou o provimento que regulamenta a tramitação das comunicações de suspensão e restabelecimento de direitos políticos e óbitos pelo Sistema INFODIP, no âmbito da Justiça Eleitoral do Tocantins.

A partir das 14h até 18h, a chefe da Seção de Fiscalização do Cadastro da Corregedoria, Zilania Filgueiras, explicará aos chefes de cartório a parte prática do sistema Infodip. A capacitação visa dotar de informações e esclarecer dúvidas dos servidores que tem contato direto com o trabalho a ser realizado, bem como torná-los multiplicadores dessa nova importante ferramenta de trabalho.

Participantes Cerimônia

Também estiveram presentes o Presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Eurípedes Lamounier; o Corregedor-Geral de Justiça, desembargador Helvécio De Brito Maia Neto; o Promotor Eleitoral da 29ª ZE de Palmas, Marcos Luciano Bignot, neste ato representando o Ministério Público Estadual; a Corregedora Geral da Defensoria Pública do Estado, Irisneide Ferreira Dos Santos Cruz e o analista de sistemas do TRE-PR, Hugo Henrique Cassetari.