Polí­tica

Foto: Divulgação Presidente da ATM, Jairo Mariano Presidente da ATM, Jairo Mariano

A Associação Tocantinense de Municípios (ATM), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esporte (SEDUC/TO), promoveu encontro de dirigentes municipais de Educação de 58 municípios tocantinenses que aderiram aos programas Acelera Brasil, Circuito Campeão e Se Liga, do Instituto Ayrton Senna, no intuito de discutir os resultados alcançados pelas cidades conveniadas e as estratégias a serem executadas para alcançar as metas estipuladas para esse fim de ano letivo de 2017. O encontro ocorreu nesta terça-feira, 28, no auditório da ATM, Manoel de Paula Bueno, em Palmas, e proporcionou cobrança dos prefeitos ao Governo do Estado pelo repasse do Transporte Escolar.

Representantes da ATM e Seduc haviam acertado, anteriormente, a necessidade de reunir os dirigentes municipais de Educação para apresentar os resultados alcançados até novembro nos respectivos programas, e buscar a elaboração de estratégias que alavanquem ainda mais os resultados até o fim do ano letivo. “Temos a certeza que os gestores municipais terão um desempenho maior na execução dos projetos, com a as devidas intervenções necessárias, para que os resultados sejam potencializados”, afirmou o presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano. ATM e Seduc firmaram Termo de Cooperação Técnica para executarem medidas que favorecerão a ampliação dos resultados positivos.

Indicadores

Os três programas do Instituto Ayrton Senna estão sendo executados em 1485 turmas da rede municipal, em 58 municípios tocantinenses, ao atender 31.485 alunos. O programa “Acelera Brasil” visa eliminar a defasagem entre a idade do aluno e o ano por ele cursado. Já o “Circuito Campeão” propõe o gerenciamento da aprendizagem dos alunos, com a finalidade de evitar ou reduzir a repetência de alunos, enquanto o “Se Liga” visa alfabetizar os alunos de 10 a 14 anos, que estejam em distorção idade-ano, matriculados nas turmas do 3º ao 5º ano. Na rede Estadual, são 567 turmas que atendem 11.886 alunos. Os programas são resultados da parceria entre o instituto, Municípios e Estado.

Dianópolis

Em Dianópolis, duas turmas executam o programa “Se Liga”, ao atender 34 alunos da rede Municipal de Ensino. Dessas turmas, 8,8% de estudantes não conseguem ler, apenas 29,4% realizam a leitura de palavras e frases e 35% escrevem palavras e frases. “Nossa grande dificuldade é a falta de presença de alunos, resultado da falta de acompanhamento familiar. Temos feito ações que estimulam e favorecem a frequência dos estudantes. Além disso, destacamos que um dos fatores para não alcançarmos 100% de resultados nos programas é a falta do perfil alfabetizador do professor, que muitas vezes não compreende a dinâmica dos projetos”, explica a secretaria Municipal de Educação de Dianópolis, Rone Lúcia Vogado, que estava acompanhado do prefeito, Padre Gleibson.

Transporte

O presidente da ATM aproveitou a oportunidade para apresentar a secretária da Seduc, Wanessa Zavarese Sechim, a insatisfação da maioria dos prefeitos tocantinenses quanto a falta de compromisso do Governo do Estado na execução dos repasses do Transporte Escolar em 2017. O convênio é firmado entre Municípios e Estado para garantir que alunos da rede Estadual de Ensino, residentes na Zona Rural, frequentem a escola. “Há três parcelas em atraso que estão prejudicando o Transporte Escolar neste fim do ano letivo. Os fornecedores e prestadores de serviço não atendem mais as prefeituras. Se não houver posicionamento e/ou pagamento por parte do Estado, os Municípios vão parar o transporte nesta próxima segunda-feira, 04 de dezembro”, finalizou o presidente da ATM.

Por fim, as técnicas da Seduc apresentaram os dados dos programas aos participantes e as medidas a serem adotadas para alavancar os resultados dos Municípios tocantinenses nos projetos.