Polí­tica

A direção da Rede Sustentabilidade no Tocantins informou nesta sexta-feira, 22, que já iniciou os estudos para adoção de medidas judiciais e administrativas objetivando impedir que o Governo do Estado continue a contratar pessoas sem o devido concurso público, enquanto, segundo a legenda, o governo sequer cumpre as normas que dizem respeito aos direitos dos servidores efetivos. 

Segundo nota da legenda, que tem como pré-candidato ao Governo do Estado, o ex-juiz e autor da Lei da Ficha Limpa, Márlon Reis, novas contratações sem o devido concurso público, num momento grave, segundo a legenda, provocado pela irresponsabilidade fiscal e pela incompetência dos atuais gestores, precisam ser terminantemente detidas. 

A Rede informa que Márlon Reis promoverá as medidas judiciais em defesa do funcionalismo público.

Segundo a legenda, os servidores públicos têm o direito de ver cumprida a lei e não há justificativa para o atraso no pagamento de salários e do décimo terceiro. A legenda lembra que, até mesmo valores retirados dos vencimentos dos servidores e que deveriam ser destinados ao pagamento dos consignados, Igeprev e Plansaúde estão sendo indevidamente apropriados pelo governo.