Educação

Foto: Marcos Filho Sandes O projeto “O Karatê como é, na escola e para todos”, atende gratuitamente às crianças das escolas municipais O projeto “O Karatê como é, na escola e para todos”, atende gratuitamente às crianças das escolas municipais

O projeto “O karatê como é, na escola e para todos” está sendo ampliado, e neste ano, atenderá a mais cinco escolas da rede pública municipal. Mais de 400 crianças participaram nessa última quinta-feira, 22, do lançamento da nova edição do projeto. A solenidade aconteceu pela manhã na Escola de Tempo Integral William Castelo Branco Martins.

O projeto já atendia a mais de 300 crianças dos setores Céu Azul e Lago Azul. Com a ampliação, mais de 900 alunos dos setores Araguaína Sul, Maracanã, Nova Araguaína, Tereza Hilário Ribeiro e Monte Sinai terão acesso ao esporte. 

Durante o lançamento, as apresentações realizadas por professores e alunos que já participam do projeto chamaram a atenção de todos, pela desenvoltura e precisão nos golpes.

O secretário municipal da Educação, Jocirley de Oliveira, destacou que em dezembro de 2017 Araguaína foi, por dois dias, a Capital Brasileira do Karatê. “Isso engrandeceu ainda mais essa modalidade de esporte no nosso Município, recebemos atletas profissionais de todo o país. Queremos continuar com esse esporte, passando valores para nossos alunos”, disse.
 
A diretora da Escola Municipal César Belmiro, Gardene Mota, ressaltou o resultado da prática esportiva no desenvolvimento dos alunos. “Este esporte melhora a conduta moral deles. O comportamento, desenvolvimento e convivência comunitária. Estão sempre comprometidos com a parte educacional da escola, com responsabilidade".
 
Disciplina
 
O estudante Abmael Sousa Silva, de 10 anos, já é faixa amarela no karatê e disse que tem muito orgulho. “Eu amo o karatê! Com as lutas, aprendi a respeitar mais as pessoas e que não posso usar os golpes para fazer maldade”, contou.
 
Já Filemon Júnior Sousa, de 10 anos, disse que irá incentivar aos novatos. “Vou mostrar pra eles que vale à pena participar dos treinos. Porque com ele, temos mais segurança e responsabilidade”.
 
Projeto Social

O projeto “O Karatê como é, na escola e para todos”, atende gratuitamente às crianças das escolas municipais.

As aulas são ministradas pelos professores Dione Peterson, Edmilson Carvalho e César Fernandes (Shina), agora em sete escolas municipais: William Castelo Branco Martins, no setor Sonhos Dourados; Simão Lutz, no setor Araguaína Sul; José Ferreira Barros, no setor Céu Azul; Francisco Bueno, no setor Maracanã; Manoel Lira, no setor Nova Araguaína; César Belmiro, no setor Tereza Hilário Ribeiro e Escola de Tempo Integral Joaquim Carlos Sabino, no Lago Azul.