Saúde

Foto: Divulgação

A terapia facilitada por cães, ou cinoterapia, desenvolvida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO) no Hospital Geral de Palmas (HGP) e no Hospital Infantil Público de Palmas (HIPP) realizou mais de 100 atendimentos nos três primeiros meses de 2018. O projeto teve início em outubro do ano passado, e é executado em parceria com as instituições que recebem a ação e o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).

Durante as sessões os bombeiros registraram que 59% dos pacientes atendidos estavam internados no HGP. A especialidade com maior número de pessoas atendidas foi a pediatria com 45 crianças. Os militares também observaram que 50% dos pacientes eram de Palmas e 46% de outros municípios.

As sessões acontecem às 9h das terças-feiras no HGP e às 16h das quintas-feiras no HIPP com a presença de cães de voluntários, que são selecionados pelo CBMTO. Os animais que participam do projeto recebem suporte veterinário oferecido pelo Ceulp/Ulbra, por meio do Hospital Veterinário.

“O projeto foi muito bem recebido pelas equipes de humanização, psicologia e fisioterapia dos hospitais. Percebemos que pacientes que a tempo não saiam de seus leitos, saíram para interagir com os cães. Tivemos total apoio das comissões de controle de infecção hospitalar, que tem acompanhado o projeto. Estamos muito felizes com os resultados é gratificante”, destacou Raphael Mollo, sargento dos bombeiros que participa do projeto.