Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Ciência & Tecnologia

 Imagem: Freepik

Estudar sem sair de casa não é algo recente, mas foi somente no período da pandemia do novo coronavírus que muitos brasileiros enxergaram nessa modalidade uma forma de evoluir nos estudos e na profissão. Com tecnologia aplicada na educação, cresce a modalidade EAD no Brasil.

O crescimento da procura pelo EaD

Educação à distância, ou EAD, é um método de ensino em que o estudante e o professor não precisam, necessariamente, estar na mesma sala para que o processo de aprendizagem seja feito.

Nessa modalidade, os alunos acompanham vídeo aulas, que podem ser ao vivo ou não, realizando tarefas e provas ao final de cada etapa, testes que mostram se a informação apresentada foi absorvida pelo estudante. Plataformas de ensino, aulas gravadas e aplicativos são considerados como ferramentas EAD.

  Imagem: Freepik

É justamente por ter esse perfil flexível, em que o estudante toma a responsabilidade por sua própria evolução e não há um contato próximo com outras pessoas, que o EaD cresceu nos últimos meses.

Segundo um levantamento do Google, a procura por cursos de especialização EAD teve crescimento de 130% em meados de março de 2020, que corresponde ao pico da quarentena.

Essa informação se confirma por meio de outras instituições de pesquisas, como a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Dados oficiais apontam que houve um aumento de 400% no acesso aos cursos gratuitos da plataforma.

Os cursos mais procurados pelos brasileiros

A modalidade de ensino à distância não é novidade no Brasil. Mesmo antes da internet, centenas de pessoas estudavam em um modelo arcaico que envolvia cartas e apostilas. Apesar disso, foi somente no período de quarentena que muitos brasileiros passaram a conhecer os cursos EAD.

Entre os mais procurados pela população, cursos rápidos de especialização são sempre citados. São cursos que ensinam uma temática específica, muitas vezes desenvolvidos e apresentados por plataformas não vinculadas ao MEC.

Além disso, cursos de línguas estrangeiras também tiveram aumento na procura, sendo o inglês o idioma mais buscado. A explicação é simples: muitas vagas de trabalho exigem o domínio dessa língua e,  com várias opções de curso de inglês gratuito na modalidade EAD, oportunidades para estudar não faltam.

  Imagem: Freepik

De acordo com a plataforma Babbel, os cursos online de línguas são ideais para quem precisa aprender o idioma, mas não possui tanto tempo disponível para frequentar escolas convencionais.

Além das vídeo aulas, os aplicativos são métodos tecnológicos que permitem o aprendizado e a compreensão da língua, mesmo para quem não tem conhecimento prévio. Não é por acaso que somente o app Babbel acumula mais de 10 milhões de assinaturas, o que mostra o potencial desse método de estudo.

Um novo modelo de educação

A modalidade EAD traz uma série de mudanças no que chamamos de ensino tradicional, com recursos diferenciados e até a inclusão de conceitos recentes na composição das aulas.

Um bom exemplo está na gamificação na estrutura dos aplicativos de ensino, que tem como proposta fazer com que os estudantes sintam-se engajados a continuarem aprendendo, ao conquistar recompensas que lembram aquelas que encontramos em jogos virtuais.

Além disso, o EAD conta com outros benefícios, que faz com que esse modelo de educação ganhe cada vez mais espaço. Alguns pontos positivos são a variedade de cursos, o custo mais baixo, a otimização do tempo e a praticidade para estudar onde e quando quiser.

Com especializações que podem ser feitas totalmente online, a tendência é que o EAD continue crescendo, especialmente em tempos em que a pandemia impede o convívio social da maneira que estávamos habituados.

Esse tipo de aprendizado tem permitido que muitos brasileiros saiam no grupo não especializado da população. Esse aspecto vem como uma solução para um velho problema da indústria: a falta de mão de obra qualificada para as funções.

Em tempos em que as fronteiras geográficas não são mais um fator que impede o trabalho, fazendo com que muitas pessoas trabalhem de forma totalmente remota, a especialização à distância é uma saída adequada para evoluir profissionalmente.

Dessa forma, com o auxílio da tecnologia na educação, não é apenas a modalidade EAD que cresce no Brasil, mas também a economia, preenchendo as vagas de trabalho que exigem qualificação enquanto abre novas possibilidades para o futuro globalizado.