Polí­tica

esportivas e profissionalizantes, durante o período de férias escolares nos estabelecimentos da rede municipal de ensino .

Lázaro Ribeiro argumentou que na ocorrência das férias escolares, enquanto os prédios das escolas municipais permanecem fechados, seus alunos ficam em suas residências, sem qualquer tipo de ocupação. "Poucos são aqueles que têm a possibilidade de viajarem com suas famílias para outras cidades, ou mesmo exercer qualquer outro tipo de atividade, que preencha o horário de suas aulas normais," afirma o vereador, ressaltando que nesse período, aumenta sensivelmente a preocupação dos pais, obrigados a ausentarem-se dos seus domicílios em função de seu trabalho, pois a maioria dos alunos em férias permanecem sozinhos em seus lares, ou andando pelas ruas.

"Com a adoção de programas de atividades nas escolas municipais, muitos desses menores deixarão a ociosidade das ruas para participarem desses eventos, que lhes proporcionarão lazer e conhecimentos extra-curriculares", disse Lázaro Ribeiro, defendendo ainda que essas atividades, deverão ser franqueadas também à outras pessoas, que não sejam alunos do estabelecimento promotor, e que se mostrem interessadas em participar delas, desde que preencham pré-requisitos a serem estipulados pelo Executivo, por ocasião da regulamentação da presente lei.

Zacarias Martins

Por: Redação

Tags: Escolas, Política