Meio Ambiente

As equipes de fiscalização do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins intensificam o combate ao tráfico de madeiras em território tocantinense. As ações têm o apoio da Cipama – Companhia Independente de Polícia Militar Ambiental e da PRF – Policia Rodoviária Federal. Somente nos últimos dez dias foram apreendidos 17 caminhões com um total de 373,2 m³ de madeiras de várias essências, nos municípios de Guaraí, Alvorada, Caseara e Paraíso do Tocantins.

A última ação ocorreu na noite desta quinta-feira, 24, em Paraíso, quando fiscais da Unidade Regional do Naturatins da cidade, em parceria com a PRF, apreenderam 3 m³ de madeira da essência orelha de macaco. A madeira foi apreendida por não possuir o DOF - Documentação de Origem Florestal. A carga era proveniente de Santana do Araguaia (PA) e seguia para Anápolis (GO). Além de ter a madeira apreendida, o proprietário foi autuado em R$ 500,00 e a transportadora em R$ 2 mil.

Operação Cinderela

De 15 a 22 de janeiro, a equipe de fiscalização do Parque Estadual do Cantão realizou a Operação Cinderela, com o intuito de coibir o tráfico de madeira proveniente do estado do Pará no entorno da unidade. Na atividade, a equipe formada por seis guarda-parque e quatro policiais da Cipama realizou diligências terrestres e aquáticas. O trabalho resultou na apreensão de quatro caminhões carregados com 120 m³ de madeiras de várias essências, entre elas, jatobá, maçaranduba e pau-brasil.

As cargas foram retidas por seus responsáveis apresentarem nota fiscal falsa e com a quantidade de madeira em desconformidade com a que estava nos caminhões. Uma pessoa foi presa por falsificação de documento público. No total foram emitidos R$ 90 mil em multas por tráfico de madeira e desmatamento ilegal.

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Meio Ambiente