Meio Ambiente

Foto: Divulgação

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, classificou o governador de Rondônia, Ivo Cassol, como o gestor estadual que mais dificulta o combate ao desmatamento no país. “É fato que ele é o governador com quem nós temos mais dificuldades de trabalhar nas ações de combate ao desmatamento e combate ao uso ilegal das áreas protegidas; tanto as áreas federais quanto as áreas estaduais”, afirmou em entrevista coletiva no Ministério do Desenvolvimento Agrário no último dia (25).

No dia 23 de janeiro, o governador ordenou a retirada de reforço policial que dava suporte a uma operação de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nos municípios de Machadinho D´Oeste e Cujubim, próximos da capital do estado, Porto Velho. A ação acabou sendo suspensa.

A atividade, que também contaria com agentes das polícias civil e militar do estado, teria como objetivo combater o desmatamento irregular e apreender madeira extraída ilegalmente na região, além de vistorias de planos de manejo, em conjunto com o governo do estado.

“É fato que ele retirou o contingente da PM que estava dando suporte à operação, ele que deu a ordem”, destacou Marina. Cassol reconheceu ter ordenado a saída dos policiais e argumentou que os fiscais do Ibama “querem desestabilizar o estado de Rondônia para acobertar o Pará, o Acre e outros estados”.

Da redação com informações Agência Brasil

Por: redação

Tags: Desmatamento, Ivo Cassol, Meio Ambiente