Campo

O Serviço Veterinário e Fitossanitário da Rússia comunicou oficialmente, nesta quinta-feira, 10, ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a liberação de 40 novos estabelecimentos para exportação de carnes. Eles estão localizados em Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Tocantins, Rondônia e Santa Catarina.

Atualmente, há 158 estabelecimentos habilitados a exportar carnes (bovina, suína e aves) para a Rússia. Entre os dias 12 e 23 de fevereiro, técnicos russos visitaram 45 estabelecimentos em dez unidades federativas, dos quais, cinco ainda estão em análise para liberação.

No fim de fevereiro, o chefe do Serviço Veterinário e Fitossanitário russo, Sergey Dankvert, a convite do secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, Inácio Kroetz, visitou as instalações do Serviço de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) no Porto de Santos (SP).

Na ocasião, Dankvert conheceu o sistema de controle de entrada e saída de contêineres e elogiou o controle de segurança da carne realizado pelo Mapa.

Comércio com a Rússia - A Rússia é hoje o maior comprador individual da carne brasileira e já importa quase todo o volume comprado por 27 países da União Européia que totalizou, em 2007, 952 mil toneladas. Em volume, o país responde por 16,29% da exportação de carne brasileira. No caso da carne bovina este percentual chega a 28,8% quando se trata de volume exportado e a 22,6% em termos de valores em dólares.

A carne bovina foi responsável pelo embarque de 461,9 mil toneladas, no ano passado, seguida da carne suína com 278,6 mil toneladas. Em valores, a carne bovina atingiu US$ 1 bilhão e a suína US$ 667,4 mil.

Da Redação com informações MAPA

Por: redação

Tags: Exportações, Pecuária, Tocantins, campo