Meio Ambiente

Em cumprimento a determinação da Instrução Normativa Naturatins nº 001/2007, sobre a doação de bens apreendidos, bem como a preocupação social do governo do Estado, mais famílias serão beneficiadas com madeiras para construção da casa própria. A entrega de 51m³ de madeiras será feita pelo vice-presidente do Naturatins, Melk Aires, representando o presidente do órgão, Marcelo Falcão Soares, nesta quarta-feira, 30, às 9h, no Assentamento Renascer, em Figueirópolis, região Sul de Estado.

As madeiras apreendidas pelo órgão beneficiarão cerca de 70 famílias membros da Associação dos Pequenos Produtores Rurais Estrela Guia. Avaliadas em R$ 23.900 as madeiras doadas irão somar aos recursos disponibilizados pelo INCRA - Instituto de Colonização e Reforma Agrária, na aquisição de material para construção das moradias.

Essas madeiras doadas pelo Naturatins são provenientes de cargas irregulares apreendidas pelo órgão, em parceria com as Polícias Rodoviárias Federal e Estadual, Cipama e Ibama. Neste ano já são cerca de 2.400 m³ de madeira aprendidas por apresentarem a documentação (DOF – Documento de Origem Florestal ou GF3 - Guia Florestal) inválida, falsificada, rasurada, e/ou com a quantidade de madeira diferente da especificada na nota fiscal.

Doações

Segundo dados da DIFIM – Diretoria de Fiscalização e Monitoramento, as doações realizadas neste ano já aproximam a dois mil metros cúbicos, beneficiando prefeituras, na construção de casas populares, igrejas, associações comunitárias, instituições militares e escolas, que usam a madeira para reforma e ampliação de suas instalações.

Dentre os principais beneficiários, o órgão atendeu a cerca de 30 solicitações de prefeituras tocantinenses para a construção de casas populares. Municípios como Aparecida do Rio Negro, Porto Nacional, Itaguatins, Rio Sono e Sampaio foram alguns dos beneficiados, além de instituições militares, igrejas e associações.

A mais recente doação de madeira foi de 10m³ para a construção de uma ponte no rio Jenipapo, que liga os municípios de Bandeirantes e Pau D’arco.

Fonte: Ascom Naturatins

Por: redação

Tags: Figueirópolis, Incra, Meio Ambiente, Naturatins