Polí­tica

Foto: Carlos Roberto

O deputado estadual Eli Borges (PMDB) disse na manhã desta terça-feira, 8, ao Conexão Tocantins que considera o licenciamento do ainda prefeito Raul Filho (PT), candidato à reeleição, um gesto de gratidão ao PMDB. Eli informou que a “história” que está sabendo é que o prefeito se afastará até o final do mandato e não apenas os três meses informados à imprensa.

O deputado também disse que seu apoio ao candidato nas eleições de outubro, entretanto, independe deste reconhecimento. Indagado então, para que lado da balança estaria pendendo seu apoio, Eli disse que estava no “fiel”. Segundo ele, está consultando suas bases, “os milhares de palmenses que acreditaram em mim”.

O presidente regional do PT, Donizeti Nogueira, disse que desconhece a informação de que o prefeito se afastará do cargo até o final do ano. Segundo ele se está havendo estas conversas só o prefeito é que pode informar, “o depois não vai ser discutido agora”, considerou. Segundo Donizeti “está sendo preparado o pedido de licenciamento de 3 meses para ser enviado à Câmara”, Donizeti também lembrou que o afastamento tem mais a ver com a conduta de Raul Filho que não quer misturar a administração com a eleição.

Segundo Donizeti o prefeito chamou o vice Derval de Paiva (PMDB) para acertar seu afastamento por “confiança e por reconhecer em Derval um militante de muitos anos de um processo voltado às causas populares”. Ele ainda disse que vê com muito bons olhos Derval assumir como prefeito e a liberação de Raul para a campanha, que segundo Donizeti “será dura”.

 

Umberto Salvador Coelho