Cultura

Foto: jpncerrado Vista aérea da Catedral de Porto Nacional Vista aérea da Catedral de Porto Nacional

Um dos passos mais importantes, dentre outros tomados, para preservação da história do município de Porto Nacional, será dado nesta terça-feira, dia 19, quando o Presidente do IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Luiz Fernando de Almeida, vem a cidade para comunicar à população o Tombamento do Centro Histórico de Porto Nacional como Patrimônio Histórico Nacional.

A tão esperada Notificação de Tombamento será feita pelo Presidente do IPHAN em solenidade que acontecerá no hall da Catedral Nossa Senhora das Mercês, cartão postal do Estado do Tocantins e palco de grandes manifestações culturais e históricas da cidade, com as presenças do governador Marcelo Miranda, do prefeito de Porto Nacional Paulo Mourão, do presidente da Fundação Cultural do Tocantins Julio César Machado, do diretor do Departamento de Patrimônio Histórico do IPHAN Dalmo Vieira, da superintendente da 14ª Regional do IPHAN Salma Saddi, além de autoridades eclesiásticas, civis, militares e população em geral.

A Prefeitura de Porto Nacional, junto com a Fundação Cultural e 14ª Superintendência Regional do IPHAN vêm trabalhando desde o final de 2005 para esse momento acontecer, fazendo levantamentos e pesquisas no município. Para o prefeito Paulo Mourão que sempre esteve preocupado com a preservação do Centro Histórico de Porto Nacional a concretização do tombamento é motivo para encher de orgulho a população portuense. “Desde o início de nossa gestão tínhamos como meta o tombamento do Centro Histórico pelo IPHAN e buscamos essa conquista que finalmente torna-se realidade. Serão mais de R$ 20 milhões a serem investidos no resgate total do Centro Histórico a custo baixíssimo para os moradores. É a valorização da cultura e da historia do nosso povo”, avaliou Mourão.

Com o tombamento será feita toda a revitalização do Centro Histórico, valorizando e preservando toda a arquitetura existente, mas mantendo a originalidade dos imóveis e os valores relacionados ao cotidiano do dia a dia da população do lugar.

Inventário

O Inventário Histórico e Cultural de Porto Nacional é o documento que traçou as diretrizes dos bens que compõem o sítio urbano que deverão ser tombados, mas cabe ao IPHAN decidir quais os imóveis farão parte do tombamento. O documento aponta as principais manifestações religiosas, como os festejos de Nossa Senhora das Mercês e do Divino Espírito Santo; formas de expressões culturais, como o Carnaval, os Teatros de Rua, Clube dos Violeiros,Tambores do Tocantins, a dança ritualística sússia de origem da África com os quimbumbos, Feira do Cabaçaco, os Artesanatos, a Culinária, Modo de Vida da População, além dos Prédios Arquitetônicos que compõem o Centro Histórico do município. A área delimitada pelo Inventário compreende aproximadamente 250 edificações, conjuntos de ruas, largos, praças e casarios, englobando a área da Avenida Beira Lago e o entorno da Catedral.

Dossiê

Como resultado do Inventário foi elaborado um Dossiê, entregue no dia 11 de dezembro de 2007, ao presidente do IPHAN pelo prefeito de Porto Nacional Paulo Mourão, acompanhado do presidente da Fundação Cultural Júlio César Machado. O Dossiê de Tombamento mostra como se originou a cidade, seu processo de evolução, dados históricos, referências culturais e as edificações que serão referências para o tombamento. O documento representa ainda a proposição de tombamento, contendo documentos e fotografias que relatam a estrutura histórica da cidade desde a sua formação, montado pela 14ª Superintendência do IPHAN, em parceria com a Prefeitura de Porto Nacional e a Fundação Cultural. Toda a documentação, que foi encaminhada para o Departamento de Patrimônio Material, foi estudada e analisada para chegar finalmente a aprovação do processo de tombamento.

Programação

Praça da Catedral Nossa Senhora das Mercês:

18h - Feira Cultural de Artesanatos e Comidas Típicas de Porto Nacional

Museu Histórico Cultural de Porto Nacional

19h30 - Visita ao Museu Histórico Cultural de Porto Nacional e Arquivo Municipal

(Exposição Itinerante de Artes Plásticas: Experienciações Ancoradas num Porto Nacional, da artista plástica e professora de História da UFT Míriam Tesseroli))

Hall da Catedral Nossa Senhora das Mercês:

20h - Concerto da Banda Mestre Adelino

20h20 - Apresentação do grupo Tambores do Tocantins

20h40 - Ato de Notificação do Tombamento do Centro Histórico de Porto Nacional

(Entrega da Comenda Dr. Francisco Ayres da Silva ao presidente do IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Luiz Fernando de Almeida)

21h30 - Apresentação da pianista, doutora em Literatura Brasileira, Edilene Ribeiro Batista

21h45 – Apresentação do grupo Alma Brasileira do Clube do Choro de Goiânia-GO, dirigido pelo músico portuense Oscar Wilde Ayres da Silva

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Porto Nacional

Por: Redação

Tags: cultura, Porto Nacional