Polí­tica

O vereador Wanderlei Barbosa (PSB) questionou na sessão plenária desta terça-feira, 26, na Câmara Municipal de Palmas a suspensão feita pelo Naturatins da construção de um loteamento em Taquaruçu. "Este impasse estava me deixando intrigado, e, acabou causando constrangimento a população daquele Distrito, que tanto anseia ter sua casa própria. Se tiver algo errado no loteamento, que efetuem as correções, mas, não iremos permitir que ele não seja feito, porque em outras localidades de Palmas vários deles foram construídos, e por que esse não?", indagou Wanderlei.

Ainda durante seu discurso, Barbosa frisou que não criticou o governador Marcelo Miranda (PMDB), e sim, um órgão de seu governo (Naturatins), uma vez que esse loteamento não é eleitoreiro, sendo que o mesmo está desde outubro de 2007 em questão. "Se eu perder a eleição não tem problema, mesmo assim ficarei do lado do povo. E quanto ao questionamento da primeira-dama Dulce Miranda em relação a minha indignação sobre a suspensão do loteamento, ela pode falar o que quiser. Porque eu contribui com mais de 10 mil votos para reeleger Marcelo e também para que ela fosse novamente primeira-dama do estado", destacou Wanderlei.

O parlamentar ainda rebateu a primeira-dama ressaltando que da mesma maneira que for tratado ele responderá a altura, e não se curvará diante desses problemas. "É preciso respeitar as divergências. Nunca falei da primeira-dama Dulce. Marcelo é um grande líder democrático, mas no momento não estou concordando com a opinião de um órgão de seu governo. A comunidade de Taquaruçu esta triste com essa decisão", frisou.

O líder do governo na Casa, vereador Rilton Faria (PT) apoiou o discurso e disse ser conhecedor do companheirismo de Wanderlei ao governador Miranda. O vereador Orion Milhomem (PMDB) ponderou que o governador gosta de bajuladores e confunde interesse público com político. "Quando se vê um governador e uma primeira-dama fazer isso, é porque o desespero está grande na eleição da Capital", disse o peemedebista.

O presidente da Casa, Carlos Braga (PMDB) salientou que tem respeito por todos os colegas, e que Barbosa estava revidando a "ofensa" que a primeira-dama Dulce Miranda fez a Wanderlei. "Dulce estava defendendo o governador Marcelo Miranda, e ela explicou isso bem em seu discurso. Cada um tem uma característica e reage de uma forma. Se ela falou dessa forma é porque se sentiu ofendida quando falaram que o governador "atrapalhou" o loteamento".

 

Umberto Salvador Coelho

Da redação com informações Dircom/ CM Palmas

Por: Redação

Tags: Câmara de Palmas, Política, Taquaruçu