Geral

O deputado Stalin Bucar (PSDB) apresentou na manhã desta quarta-feira, 26, um requerimento solicitando esclarecimentos sobre as irregularidades nos pólos de educação a distância da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins). O documento teve a urgência na sua  tramitação aprovada pelos pares.

No requerimento, Stalin relata as irregularidades apontadas pela fiscalização do Ministério da Educação e da Cultura (MEC), como a ausência de coordenadores, falta de laboratórios de informática e de bibliotecas. O deputado advertiu que o sistema Eadcon não está credenciado pelo MEC para oferecer cursos de graduação à distância, mas apenas de especialização.

Segundo Stalin, se as irregularidades não forem resolvidas, o MEC poderá fechar os cursos telepresenciais oferecidos pela instituição. “Educação é coisa séria e os acadêmicos que usam a modalidade a distância são trabalhadores que buscam a possibilidade de ter um diploma de nível superior”, alegou o parlamentar.

Umberto Salvador Coelho