Esporte

Foto: Dornil Sobrinho

Com a presença do ministro do Esporte Orlando Silva Jesus Júnior, governador Marcelo Miranda e várias autoridades, o prefeito de Porto Nacional, Paulo Mourão (PT), inaugurou duas praças de esporte e o Centro de Treinamento Dr Eurico Miranda nesta quinta-feira, 11.

O Ministro desembarcou no aeroporto de Porto Nacional acompanhado do deputado federal Moisés Avelino (PMDB). Também estavam presentes os deputados federais Edmar Moreira (DEM-MG) e Simão Sessim (PP-RJ), que chegaram acompanhado do dirigente esportivo Eurico Miranda, o prefeito reeleito de Itumbiara –GO, José Gomes da Rocha (PMDB), deputados estaduais Fábio Martins (PDT) e Toinho Andrade (DEM), a prefeita eleita Teresa Martins (PDT) e prefeitos de vários municípios tocantinenses.

A comitiva se dirigiu ao Centro Olímpico, onde as crianças e jovens do projeto Segundo Tempo participavam de atividades esportivas no campo de futebol, quadra vôlei e piscina olímpica.

O Ministro deu o pontapé inicial no jogo de futebol do primeiro Torneio Intercolegial: Ministro Orlando Silva, em seguida Orlando Silva juntamente com Marcelo Miranda e Paulo Mourão passaram pela quadra coberta onde acontecia uma partida de vôlei feminino e o governador deu o primeiro saque, seguido do Ministro e do Prefeito Paulo Mourão. Depois desceram até a piscina olímpica onde acontecia um campeonato de natação.

Depois de percorrer o Centro Olímpico, a comitiva se dirigiu até a Avenida Itumbiara, localizada em frente à Estação Rodoviária Brito Miranda, que também foi inaugurada. A caminhada continuou com a inauguração das praças de esporte Professor José Roberto da Silva, no setor Porto Imperial, e Hernane Thomaz de Souza Maya, no setor Novo Horizonte.

Tanto o Ministro, como o Governador e o prefeito Paulo Mourão arriscaram alguns toques na bola durante a partida de vôlei que acontecia no local. No trajeto a comitiva passou pelas quadras dos setores Novo Planalto, Alto da Colina, Tropical Palmas e Nova Capital que realizavam partidas de futebol e vôlei.

A inauguração mais aguardada era a do Centro de Treinamento Dr. Eurico Miranda. Após descerramento da fita e placa inaugural, as autoridades visitaram as instalações do centro de treinamento de futebol. E mais uma vez, deram o chute na bola dando início ao Torneio de Futebol Senador Leomar Quintanilha com o jogo entre a Seleção Tocantinense de Máster X Seleção Portuense de Máster.

Durante a partida que encerrou com a vitória da Seleção Portuense por 4 x 1 sobre a Seleção Tocantinense, houve o lançamento do livro “Cidades Nota 10, Vida inteligente na administração pública brasileira”, de autoria do cientista político Rubens Figueiredo, com colaboração do cientista político Humberto Campos e da jornalista Cláudia Izique.

A obra fala sobre projetos bem sucedidos de administrações públicas em oito cidades brasileiras. Porto Nacional é uma delas. “A administração do prefeito Paulo Mourão é surpreendente, aqui vi o quanto uma boa gestão resulta em inúmeros benefícios à população, o desenvolvimento e o progresso são visíveis pelos quatros cantos da cidade”, discursou Humberto Campos.

O ministro Orlando Silva recebeu o título do cidadão portuense, projeto de autoria do vereador Osmar Medrado (PMDB) e a comenda Dr. Francisco Aires da Silva, entregue pelo prefeito Paulo Mourão.

O ministro e comendador Orlando Silva agradeceu a homenagem, ressaltando que fez questão de vir a Porto Nacional. “Não poderia deixar de vir aqui antes do meu querido amigo Paulo Mourão deixar a Prefeitura sem dar aqui o meu testemunho da competência, seriedade e compromisso que ele tem com a cidade de Porto Nacional. Em Brasília quem encontra Paulo Mourão, quando ele circula pelos Ministérios o que se vê é uma grande admiração pela iniciativa, pela capacidade que esse prefeito tem. Queria parabenizar a população de Porto Nacional por ter conduzido o Paulo Mourão à Prefeitura”, declarou o Ministro destacando que o Ministério do Esporte destinou R$ 2,3 milhões para investimentos no esporte de Porto Nacional.

Eurico Miranda

Sobre a homenagem a Eurico Miranda, Orlando Silva disse que mostra a coerência de Paulo Mourão. “Independente do ponto de vista que se tenha sobre Eurico Miranda, é indiscutível o papel que ele teve e tem no futebol brasileiro, não teve grandes conquistas da Seleção Brasileira que não tivesse atletas do Vasco, e o Vasco não é só futebol, o Vasco da Gama é um clube de muita tradição que trouxe importantes conquistas nos jogos olímpicos para a Seleção Brasileira. O futebol brasileiro deve muito ao Vasco da Gama”, disse o Ministro.

Emocionado, Eurico Miranda declarou à imprensa e no seu discurso que esta foi a maior homenagem que ele já recebeu. “Eu recebi nessa minha vida longa, principalmente no meio esportivo, muitas homenagens, mas esta me tocou profundamente e me honrou muito porque tem uma ligação muito sentimental comigo e com toda a minha trajetória. Eu realmente me comovo. Não me surpreendo que num País como esse tenha gente dessa estirpe de Paulo Mourão, que estão vivendo para servir. Esta foi a maior homenagem que já recebi em toda a minha vida”, sintetizou Eurico.

Ele acabou falando da “paixão violentíssima” que tem pelo Vasco e da história do time, que segundo ele é uma instituição que foi criada baseada em dois aspectos fundamentais: “primeiro, aquilo que hoje se chama inclusão social que foi dar oportunidade aos menos favorecidos, contra toda e qualquer discriminação, negro hoje joga futebol porque o Vasco introduziu negro no futebol, futebol era praticado pela elite dominante; segundo, competir de uma forma que pudesse enfrentar seus adversários e vencê-los. O Vasco nasceu vencendo” discursou. Ao comentar o rebaixamento do Vasco para a segunda divisão, Eurico Miranda não pensou duas vezes e declarou: “se eu estivesse lá, o Vasco não caía”.

Paulo Mourão explicou que foi justamente ao conhecer o projeto do Colégio Vasco da Gama, implantado por Eurico Miranda no Vasco atendendo mais de 500 jovens e crianças com atividades esportivas e educação de primeiro e segundo graus, que ele resolveu fazer algo parecido em Porto Nacional e assim homenagear Eurico Miranda.

“Aqui estamos fazendo um projeto transformador e inovador de desenvolvimento social”, destacou Paulo Mourão enfatizando que com o apoio do Ministério do Esporte nos projetos já implantados foi possível revigorar a cidade no processo educativo e esportivo. Sobre a avenida Itumbiara, Paulo Mourão explicou que trata-se de uma retribuição àquela cidade, uma vez que o prefeito José Gomes da Rocha inaugurou uma bela avenida de Itumbiara denominando de Avenida Porto Nacional.

O governador Marcelo deu ênfase à parceria do Governo do Estado com Porto Nacional. “Estamos trabalhando juntos, caminhando juntos, trazendo bons projetos para o Estado. Paulo Mourão, esse querido irmão, determinado tem demonstrado para Porto Nacional, o Tocantins e o Brasil que se trabalha sentando na mesa, discutindo com a sociedade”, declarou. “Eu disse aqui semana passada aos prefeitos eleitos, que o que é bom temos que aperfeiçoar e seguir, que siga a orientação desse grande gestor, gestor nota 10, nota mil”, referiu-se a Paulo Mourão.

Centro de Treinamento

Porto Nacional é a primeira cidade do Tocantins a ter um Centro de Treinamento de futebol completo. O Centro de Treinamento Dr. Eurico Miranda conta com quatro blocos, sendo um administrativo e três alojamentos, sendo dois alojamentos para atender os atletas da equipe profissional e um alojamento para atender as categorias de base, totalizando 20 apartamentos para atender até 60 atletas.

O Centro conta com um campo de futebol gramado de 90x60 metros, recepção, academia, sala de fisioterapia, sala médica, refeitório, cozinha industrial, lavanderia, vestiário para atender 24 atletas de uma só vez, salas administrativas para atendimento da categoria de base e profissional.

O Centro de Treinamento tem uma área construída de 980 m2 e irá dar suporte logístico à equipe de futebol profissional de Porto Nacional e será administrado por uma fundação, que passará por processo licitatório. Os recursos para administrar o local virão do Terminal Rodoviário Brito Miranda, que também será administrado por uma fundação. A obra foi construída com recursos federais e municipais no valor de R$ 555 mil. Os governos estadual e federal irão subsidiar os equipamentos e mobiliário.

Fonte: Ascom prefeitura de Porto Nacional