Esporte

Com três gols no primeiro tempo, o Atlético-PR derrotou o Tocantins por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, em Palmas. Com o resultado, o Rubronegro paranaense não precisará disputar o jogo de volta e está automaticamente classificado para a segunda fase da Copa do Brasil.

O time paranaense aguarda, agora, a definição do adversário, que sairá do confronto entre Fast e ABC-RN.

O Furacão não precisou mais do que 45 minutos para construir o placar e garantir a vaga. Os gols foram marcados por Marcinho, Rafael Moura e Júlio César, todos na primeira etapa.

O jogo

Mesmo atuando em casa, o Tocantins começou jogando totalmente fechado, apostando nos contra-ataques.

O Atlético buscava atacar, mas o time da casa resistia bem, até que sua defesa cometeu um erro fatal. Após uma saída de bola errada, Júlio César ligou rapidamente com Marcinho que penetrou e tocou na saída do goleiro.

Com domínio total do jogo, o Rubronegro construiu a vantagem já no primeiro tempo, com mais dois gols, seguidos, no final da etapa.

Aos 39 minutos, Rafael Moura aproveitou um cruzamento de Zé Antônio, da direita, para empurrar e fazer o segundo. Um minuto depois, Júlio César ampliou, mandando uma bomba de fora da área, que entrou canto direito do goleiro. Um golaço.

No segundo tempo, o time da Baixada diminuiu o ritmo e procurou apenas controlar o jogo e o placar.

Tocantins 0 X 3 Atlético-PR

Tocantins

Ricardo; Marcione, Martony e Kanu (Léo); Gleisson, Moura, Marabá, Dudu, Fábio Luiz (Daniel) e Alvinho; Bruno.

Técnico: Rodrigues Gato.

Atlético-PR

Vinícius; Chico, Rhdodolfo e Antônio Carlos; Zé Antônio, Valência, Renan (Júlio dos Santos), Marcinho e Netinho; Rafael Moura (Lima), Júlio César (Jorge Preá).

Técnico: Geninho

Data: 04/03/2009 (quarta-feira)

Local: estádio Nilton Santos, em Palmas-TO.

Árbitro: José Caldas de Souza (DF)

Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Ênio Ferreira de Carvalho (DF)

Cartões amarelos:Zé Antônio, Chico, (Atlético-PR); Martony (Tocantins)

Gols: Marcinho, aos 23 min e Rafael Moura, aos 39 min; Júlio César, aos 40 min do primeiro tempo;

 

Fonte: UOL Esporte