Campo

O Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural retoma as atividades no Tocantins com a emissão gratuita de documentos para agricultoras familiares em seis municípios no Território da Cidadania do Sudeste. O primeiro mutirão começa nesta terça-feira, 26, no município de Almas, com o atendimento ao público nas comunidades rurais de Capão da Onça e Baião.

As ações do programa serão realizadas até o dia 6 de junho para atender comunidades rurais e quilombolas dos municípios de Almas, Combinado, Novo Jardim, Ponte Alta do Bom Jesus, Porto Alegre do Tocantins e Rio da Conceição. O horário de atendimento é das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

Durante os mutirões são emitidos gratuitamente carteiras de identidade e de trabalho, cadastro de pessoa física (CPF), certidão de nascimento e registro junto ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Preferencialmente voltada às mulheres trabalhadoras do campo, a ação também beneficia os familiares das agricultoras.

As atividades são promovidas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e pela Delegacia Federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário em Tocantins (DFDA/TO).

As ações são desenvolvidas em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), prefeituras e sindicatos de trabalhadores rurais.

1ª Etapa - Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural

Data  Município

26 a 28/05 - Almas

29/05 - Porto Alegre do Tocantins

30/05 - Rio da Conceição

31/05 e 01/06 - Combinado

02 e 03/06 - Novo Jardim

04 a 06/06 - Ponte Alta do Bom Jesus

Fonte: Ascom Incra

 

 

Por: Redação

Tags: Almas, Incra, Mutirões, Trabalhadores Rurais, campo