Geral

Uma modificação no calendário eleitoral do Brasil, com eleições unificadas para o ano de 2014, foi proposta pelo deputado estadual César Halum (Dem), na sessão desta quarta-feira, dia 24 na Assembleia Legislativa. A partir de agora, o parlamentar começa uma mobilização junto à sociedade civil para a coleta de assinaturas, visando eleger simultaneamente o presidente da República, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores. “É importante dizer que os atuais mandatos não serão prorrogados, para que não deixe dúvidas quanto a interesses pessoais nesta ação”, garante Halum.

O principal argumento do deputado é que a realização de eleições a cada dois anos tem um custo financeiro altíssimo e acaba comprometendo o desenvolvimento de políticas públicas e a agenda de trabalho das casas legislativas que, de dois em dois anos, mobilizam-se em torno das disputas eleitorais. “Com o sistema atual, o Brasil gasta cerca de R$ 704 milhões a cada eleição. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o País despendeu R$ 462 milhões com o sistema operacional do último pleito. É senso comum que a unificação é melhor para a sociedade”, afirma.

Como estratégia de mobilização, Halum lança, nos próximos dias, uma cartilha promocional “Do vereador ao Presidente”, na qual detalha todas as variáveis do processo, incluindo depoimentos de personalidades do cenário político e administrativo do Estado. Também será colocado um livro de assinaturas na recepção da Assembleia Legislativa.

Fonte: Dicom/AL

 

Por: Redação

Tags: Assembleia Legislativa, César Halum