Economia

Foto: Divulgação

O site IDG Now informa nesta quinta-feira, 23, que a operadora Oi vai demitir 1.060 funcionários neste mês de julho. A maior parte das demissões, 860, segundo o site especializado em publicações de tecnologia, envolve a equipe de manutenção, o que deve contribuir muito para piorar os serviços prestados pela operadora, uma das campeãs em reclamação dos clientes, tanto na telefonia fixa, quanto na móvel.

Semana passada, na quinta-feira, 16, a empresa anunciou a terceirização dos serviços de sua manutenção, repassando a responsabilidade para a Nokia Siemens, fabricante de equipamentos para telecomunicações.

As demissões, segundo comunicado da empresa, fazem parte do programa de fusão com a Brasil Telecom, operadora de telecomunicações comprada pela Oi. Juntas, as duas operadoras somam mais de 30 mil funcionários.

Lucro recorde

As demissões da Oi ocorrem mesmo depois da operadora registrar nos últimos anos lucros recordes. Segundo o mesmo IDG Now, em 2007 a operadora fechou o ano com um lucro líquido 2,4 bilhões de reais. O resultado bruto no mesmo período foi de 25 bilhões de reais.

Neste ano a operadora continua faturando alto e já divulgou lucro líquido da ordem de 11 milhões de reais, apenas nos primeiros meses.