Polí­tica

Em pronunciamento no plenário da Câmara nesta terça-feira, 4, o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, deputado Eduardo Gomes (PSDB), manifestou seu apoio incondicional ao movimento dos servidores públicos do Estado do Tocantins para que a Lei nº1.855, de 2007, que encontra-se sob questionamento no Supremo Tribunal Federal e cuja relatora é a ministra Carmem Lúcia, seja cumprida.

Segundo Eduardo Gomes, essa ação movida pelos servidores conta com o apoio dos deputados estaduais que são de oposição ao governo do Estado, como Marcelo Lelis, presidente Regional do PV, Luana Ribeiro (PR), Stalin Bucar (PSDB), Raimundo Moreira (PSDB), Cacildo Vasconcelos (PP) e José Geraldo (PTB).

O parlamentar explicou que esses deputados estaduais têm o apoio da população tocantinense. “Hoje o Estado do Tocantins encontra-se numa situação inusitada: o governador está cassado por 7 votos a zero no TSE. A única forma de os recursos do povo tocantinense circularem no Estado, sem as manobras de última hora de fim de governo, é assegurar aos servidores públicos o aumento que lhes é garantido por lei”, destacou o deputado.

Eduardo Gomes pediu o apoio da Câmara, prometendo para esta quarta-feira, 5, um pronunciamento, enquanto aguarda os líderes do movimento para irem juntos ao Supremo Tribunal Federal pedir que esse direito seja cumprido.

Fonte: Assessoria de Imprensa Eduardo Gomes