Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Nilmar Ruiz deixou o DEM nesta sexta-feira, 25, ao protocolar nos diretórios metropolitano de Palmas, estadual e nacional ofícios requerendo sua desfiliação.

Em nota enviada à imprensa Nilmar afirma que a mesma coragem que a fez romper em 2005 com o autoritarismo e com as práticas políticas antidemocráticas a fez, agora, deixar o partido.

Nilmar considera que, no Tocantins, o DEM voltou a reproduzir uma política monocrática. Ela afirmou ao Conexão Tocantins que os membros do partido não foram consultados quando se lançou a candidatura do deputado federal João Oliveira ao governo do Estado, para o mandato tampão - ação da cúpula do partido que posteriormente recuou. Da mesma forma, afirma a deputada, recentemente quando o governador interino convidou o partido para a coalizão governista, o partido tomou a decisão de não estar junto, sem convocar uma reunião da executiva para conversar com seus membros.

Segundo Nilmar, a postura monocrática do partido vinha desagradando não só a ela como a outros filiados. “Este meu descontentamento eu já venho colocando há muito tempo, desde o semestre passado eu pedi uma reunião com a executiva no sentido de mostrar que esta forma estava desagradando a mim e aos filiados”, disse.

Na entrevista ao Conexão Tocantins, Nilmar afirma que o atual momento político vivido no Estado não pode ser considerado levando-se em conta as eleições de 2010. “O momento que estamos vivendo agora é para unir esforços para que o Tocantins possa continuar crescendo, para que possa gerar empregos, para que as pessoas possam viver melhor e para que possa diminuir o nível de ansiedade”. Segundo a deputada, não é momento de pensar em 2010.

Conversações

Nilmar afirmou que está conversando com os prefeitos e lideranças ligados a ela e já teve convite do PMDB, PV, PTB, PSB, PR, para se filiar. A deputada afirma que tem escutado e estudado a proposta dos partidos na questão do conteúdo programático, mas principalmente no que se refere ao seu grupo político. Nilmar afirma querer fazer uma escolha que venha ao encontro dos anseios e desejos do grupo ao qual faz parte.

A ex-democrata afirmou que as conversas estão abertas a todos os partidos “eu converso com todo mundo, agora, claro que a própria história da minha vida política faz com que eu me aproxime de partidos que tenham mais afinidade comigo”, disse.

Nilmar afirmou ainda que não considera sua decisão infidelidade partidária. “Na realidade eu já vinha falando e já tinha oficializado meu descontentamento com o partido há bastante tempo”. Segundo ela, a troca de partido é por não concordar com a condução do DEM no Tocantins e se o partido resolver pedir seu mandato será uma questão jurídica que será tratada juridicamente.

Confira nota à imprensa da deputada Nilmar Ruiz

AO POVO DO TOCANTINS

Todos conhecem minha trajetória política, seja como Secretária da Educação, Prefeita de Palmas ou Deputada Federal. Construí minha vida pública lutando para que o Tocantins se consolide cada vez mais como um Estado onde a diálogo sobreponha à truculência e seu povo possa viver em paz, com dignidade e cidadania.

A mesma coragem, ética e determinação que sempre pautaram a minha vida e que me fizeram romper, em 2005, com o autoritarismo e com as práticas políticas antidemocráticas, me fazem agora sair do Democratas por considerar que, aqui no Tocantins, o partido volta a reproduzir uma política monocrática que não condiz com o momento atual em que estamos vivendo e com a vontade do nosso povo. Um partido não tem donos; tem filiados.

Escolhi a política por acreditar que é através dela que as mudanças acontecem. Escolhi a política para servir e para trabalhar pelo bem comum. Não abro mão dos meus ideais, dos meus conceitos e da minha dignidade.

Nilmar Ruiz

Deputada Federal