Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Animais silvestres têm se tornado alvos certos na mira de contrabandistas, e para combater esse crime no Estado, o Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins tem contado com a colaboração da comunidade, que vem denunciando esta prática contra a fauna do cerrado. Somente ontem, quarta-feira, 02, foram atendidas duas denúncias que resultaram na captura de 59 pássaros em cativeiros, sendo 56 em Arraias, e três na capital.

Empreendida pela Unidade Regional de Arraias, em parceria com a delegacia local, a equipe de fiscalização realizou uma diligência no setor Buritizinho e constatou uma residência com 56 canários da terra (Sicalis flaviola) em cativeiro, sem nenhum tipo de licença da autoridade competente.

De acordo com a legislação, o infrator foi multado no valor de R$ 28 mil e ainda vai responder criminalmente pela infração contra a fauna silvestre.

De acordo com a diretoria de Fiscalização Ambiental, os pássaros serão submetidos a uma avaliação e dependendo do estado físico dos animais, devolvidos, o quanto antes ao seu habitat natural.

Em Palmas, também e atendimento à denúncia, a regional do órgão e a Dema – Delegacia Estadual de Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo, capturaram na quadra 607 Norte, uma arara, um papagaio e um periquito.

Os agentes da Dema conduziram o infrator até a delegacia, e pelo crime contra espécimes da fauna silvestre, ele terá como sanção pena de detenção de 6 meses a um ano, podendo conforme julgamento, converter em serviço comunitário, e ainda infração administrativa, no caso a multa aplicada em R$ 1500,00.

As aves foram conduzidas à diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins, no entanto por se tratar de aves domesticadas, não será possível a devolução na natureza. O diretor Antonio Santiago informou que está sendo providenciado um local adequado para os animais.

Fonte: Ascom Naturatins

Por: Redação

Tags: 607 Norte, arraias, Dema, Meio Ambiente, Naturatins