Campo

Foto: Divulgação

O Ruraltins - Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins beneficiou mais de 35 mil agricultores em todo o Estado, tendo como destaque o Programa Compra Direta Local da Agricultura Familiar, que atendeu 2.168 agricultores, 743 entidades sociais e cerca de 160 mil pessoas em risco nutricional e alimentar, promovendo o aumento da produção, mudança de hábito alimentar, combate à fome, injetando ainda na economia do Estado, aproximadamente 5 milhões de reais.

Outros destaques estão relacionados com a promoção da sustentabilidade ambiental em áreas de preservação ambiental para o reflorestamento de áreas degradadas, que beneficiou 225 famílias; o acesso ao crédito rural, por meio das linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf, que disponibilizou aos agricultores, entre os meses de setembro e dezembro, cerca de R$ 15 milhões para o cultivo de alimento, criação de animais, aquisição de máquinas e equipamentos. Alguns exemplos do crédito rural podem ser conferidos nos município de Lizarda e Rio Sono. O Ruraltins disponibilizou aos agricultores, por meio de projetos elaborados, o montante de cerca de R$ 2 milhões.

O lançamento do cartão de combustível para abastecer a frota do órgão, implantado em outubro passado, também foi outra conquista que garantiu uma maior agilidade aos serviços de assistência técnica e extensão rural, levando tecnologias que visam à geração de renda, aumento da produtividade e criação de novos postos de trabalho no meio rural.

De acordo com José Elias Júnior, presidente do Ruraltins, nos últimos meses, alguns convênios foram assinados objetivando acelerar as ações no meio rural. “A extensão rural no Estado busca sempre trabalhar em parceria e para isso assinamos recentemente convênios com a Enerpeixe que garantirá uma assistência de qualidade às famílias impactadas com a construção da Usina de São Salvador e outro com a Agência de Fomento do Estado que possibilitará uma linha de crédito específica aos agricultores, com o objetivo de fomentar a produção nas comunidades rurais”, diz Elias, enfatizando que em 2010 o Ruraltins fortalecerá ainda mais suas ações, por meio dos convênios assinados e aditivados, que somam um montante de mais 17 milhões de reais, os quais beneficiarão agricultores em todo o Estado e que com a contrapartida garantida, graças à liberação de cerca de R$ 2 milhões que o governo disponibilizou recentemente, 2010 será de muito trabalho e grandes conquistas.

As ações do Ruraltins beneficiaram especialmente agricultores familiares, quilombolas, extrativistas, ribeirinhos, indígenas e pescadores artesanais dos 139 municípios tocantinenses.

Da redação com informações Secom