Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Nas primeiras ações de fiscalização do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins no ano de 2010 foram no combate à pesca predatória durante o período da Piracema. No início desta semana, entre os dias 05 e 06, os trabalhos foram executados pela equipes das Unidades Regionais de Tocantinópolis e Araguatins, região norte do Estado.

As ações resultaram no recolhimento de quase três mil metros de redes malhadeiras, materiais predatórios e ainda a captura de quatro aves silvestres.

Em continuidade aos trabalhos rotineiros de fiscalização, e também em atendimento a denúncias do Linha Verde (0800-631155) equipe da regional de Tocantinopolis trabalhou nas mediações do rio Tocantins e seguiu até o município de Aguiarnópolis que resultou no recolhimento de 711 metros de redes malhadeiras.

No município de Araguatins, extremo norte do Estado, a equipe focou suas ações também no rio Tocantins entre os municípios de Itaguatins e São Sebastião do Tocantins que resultou no recolhimento 2.180 metros de redes malhadeiras de diversos tamanhos, quatro espinheis, 100 quilos de pescados e quatro curiós. Conforme o relatório, não houve multas, pois os infratores evadiram do local. O pescado apreendido foi doado a moradores ribeirinhos e comunidade carente de Praia Norte.

Nas duas operações foram feitas abordagens a barcos de transporte de passageiros que foram orientados sobre a necessidade de pescar dentro das normas estabelecidas pela lei ambiental destacando a importância da piracema.

Piracema

A portaria do nº 678, do Naturatins, que está em vigor desde o dia 1º de novembro, que proíbe a pesca em todos os rios e lagos interiores do Estado, e segue até o dia 28 de fevereiro de 2009.

Fonte: Ascom Naturatins