Geral

Foto: Divulgação

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins – Fieto, Roberto Pires, recebeu na manhã desta segunda-feira, 22, o empresário indiano Rama Krishna Sishtla, diretor para a América Latina e Ásia do grupo farmacêutico indiano Hetero Drugs, que deverá implantar no Tocantins uma indústria para a fabricação de medicamentos.

“A Fieto e o Governo estão alinhados na eterna busca de atrair indústrias para o estado, e o senhor Rama Krishna veio até aqui a convite do governador Carlos Gaguim e da Federação para conhecer nossas potencialidades e investir algo em torno de 20 a 30 milhões de dólares. E nós colocamos a instituição à disposição para dar todo o apoio necessário à instalação da indústria, assim como o governo do estado fez,” afirmou Pires, acrescentando que a Fieto, através do Senai, deverá capacitar os futuros colaboradores do empreendimento.

Para o presidente da Fieto, a decisão do grupo em abrir uma fábrica no Tocantins é uma demonstração inequívoca de que o processo de industrialização avança, dando sua contribuição ao crescimento da economia do Estado. “Estamos em contato direto, Federação e Estado, e o governador Gaguim, assim como eu, tem o perfil voltado à atração de novos investimentos, gostamos de mostrar o que temos em termos de potencialidades, como a nossa logística de transportes, abundancia de energia, posição geográfica, clima e etc. Enfim, um estado promissor, mas que temos que expor isso para que mais empresas tenham realmente interesse em se instalar aqui”, destacou.

Antes da reunião em seu gabinete, o presidente do Sistema Fieto esteve no Palácio Araguaia onde participou da solenidade de entrega da comenda Ordem do Mérito do Tocantins ao empresário indiano. Na ocasião, o governador Carlos Gaguim destacou que a visita é resultado da missão oficial que ele fez à Índia no final do ano passado.

“Esse ramo farmoquímico é importante não só para o Tocantins, mas para o Brasil e o mundo, e o doutor Rama é uma pessoa que tem muito acesso na Índia com um dos maiores grupos empresariais daquele país e também dos Emirados Árabes”, disse o governador, para em seguida destacar que a Ferrovia Norte-Sul, a hidrovia Araguaia/Tocantins e o aeroporto de Palmas, adaptado ao transporte de cargas, facilitará ainda mais a atração de indústrias do mercado nacional e internacional”.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fieto