Geral

Foto: Divulgação

Por causa da comodidade e facilidade, cresce no País, o número de consumidores que estão fazendo suas compras pela Internet. O Procon do Tocantins alerta os consumidores para que tomem alguns cuidados, como ter o contato do fornecedor, como telefone, endereço para contato.

Outra recomendação é que o consumidor deve ficar atento com relação a data de entrega do produto, se há cobrança de frete e como fazer para devolver a mercadoria caso não seja como o esperado.

Também o consumidor não deve fornecer informações desnecessárias, verificar as medidas que o site oferece para garantir a segurança e o sigilo dos seus dados, caso for utilizar senha, que seja com letras e números. É importante que se guarde os dados referentes à compra, como o nome do site, itens adquiridos, valor pago, forma de pagamento, número do protocolo da compra ou pedido.

O superintende do Procon Tocantins, Juarez Rigol da Silva, explicou que ao receber o produto, o consumidor deverá observar se com ele veio a nota fiscal e verificar o estado do produto antes de assinar os termos do recebimento.

O Procon recomenda que os consumidores não devem fazer transações de compras on-line em lan houses ou computadores públicos, e sim, em equipamentos próprios para evitar transtornos futuros.

O Código de Defesa do Consumidor estabelece um prazo de 7 dias, contados a partir da data do recebimento do produto, dentro deste período, o consumidor poderá devolver o produto para a loja, em caso de arrependimento, de defeito ou vício dos mesmos.

Números de conexões com a Internet

Conforme dados do IBGE, referentes a dezembro de 2009, 67,5 milhões de brasileiros acessam a Internet. O Brasil é o 5º país com o maior número de conexões à Internet. Com referência a vendas, em 2009, foram registrados negócios em torno de R$ 10 bilhões, conforme a 21ª edição da pesquisa realizada pela Webshoppers, divulgada pela consultoria e-bit.

Entre os produtos mais vendidos pela internet, estão livros, assinaturas de jornais e revistas, responsáveis por 20% dos negócios, seguido por produtos de saúde, beleza, eletrodomésticos, informática e eletrônicos.

Conforme dados publicados no site www.tobeguarany.com/internet_no_brasil.phd, a internet se tornou o terceiro veículo de comunicação de maior alcance no Brasil, atrás apenas de rádio e TV, 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços. Antes de comprar, 90% dos consumidores ouvem sugestões de pessoas conhecidas, enquanto, 70% confiam em opiniões expressas on-line.

Márcia Ribeiro Louzeiro, estudante de Biologia e servidora pública, disse que já comprou livros para internet, antes fez pesquisas e conversou com amigos para saber se era seguro.

Fonte: Ascom Cidadania e Justiça