Geral

Foto: Divulgação Assessor Jurídico, Sérgio do Vale Assessor Jurídico, Sérgio do Vale

O PSDB, partido do ex-governador Siqueira Campos entrou na noite desta segunda-feira, 13, com uma ação de impugnação contra o ex-governador e candidato ao Senado, Marcelo Miranda (PMDB).O partido alega a cassação do peemedebista ano passado por abuso de poder político.

Além do pedido de impugnação o partido pediu ainda uma antecipação de tutela para que o ex-governador seja impedido de fazer campanha antes do julgamento de sua situação.

Em entrevista ao Conexão Tocantins, o advogado Sérgio do Vale, responsável pela assessoria da coligação Força do Povo avaliou o pedido como de “impossível deferimento”.

“Este tipo de pedido n]ao está previsto em nenhuma norma”, disse completando que a lei assegura o direito do candidato de fazer campanha até o julgamento final. “Eles podem pedir o que quiser, mas até hoje não se tem notícia de um pedido desses”, afirmou o advogado.

Para Sérgio do Vale o pedido do partido é “desproposital” e tem apenas cunho eleitoreiro.”Ele pode fazer campanha tranquilamente”, afirmou.

A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a impugnação da candidatura de Marcelo pela condenação de abuso político pelo Tribunal Regional Eleitoral.

O PSDB argumentou na ação que a continuidade de Marcelo na campanha pode vim a favorecer um possível substituto caso ele não consiga seguir com a candidatura.

Os representantes do partido na ação são João Costa e Eduardo Mantovani. São 27 páginas na ação com argumentação baseada na Lei da Ficha Limpa.