Meio Ambiente

Representantes do Naturatins, Secretaria de Saúde, Agricultura, Adapec, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Vigilância Sanitária reuniram na sexta-feira, 03, no auditório do Naturatins com o propósito de fazer um levantamento do uso de agrotóxicos nas áreas de atividades agrícolas no Estado do Tocantins. O levantamento terá como objetivo geral fazer o perfil douso de agrotóxicos no Estado do Tocantins, gerando informações para elaborar um plano de ação para o monitoramento ambiental dessas áreas.

Durante o encontro foi montado um grupo de trabalho para que sejam compiladas as informações de cada instituição representante. Nesse primeiro momento será feito um levantamento de dados das informações já existentes e o próximo passo será um levantamento em campo. A proposta também será encaminhada ao Ministério Público Federal para conhecimento e acompanhamento.


Recolhimento de embalagens

O Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, entidade que representa as indústrias fabricantes de defensivos agrícolas, registrou, de janeiro a julho de 2010, mais de 19 mil toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos destinadas corretamente no Brasil. Em comparação com o mesmo período em 2009, o índice cresceu 14,8%. No Tocantins o percentual de crescimento foi de 176%, com 50,7 toneladas de embalagens recolhidas, ficando em segundo lugar no percentual de crescimento no período analisado.


Os estudos do instituto apontam também os Estados que mais retiraram embalagens do campo nesses sete primeiros meses do ano. São eles: Mato Grosso (4.579,8t), Paraná (2.862,3t), São Paulo (2.335,6t), Goiás (2.233,4t) e Rio Grande do Sul (1.666,1t). Juntos, os cinco Estados respondem por cerca de 69% do volume total destinado em todo o Brasil.

Da redação com informações do Naturatins e do inpEV