Polí­tica

Foto: Mária Amélia

Nesta terça-feira, 5, dia em que o Tocantins completa 22 anos, o governador eleito neste pleito de outubro, Siqueira Campos (PSDB) concedeu entrevista coletiva na parte da manhã.

Siqueira falou da campanha e das perspectivas para assumir o governo pela quarta vez.A assessoria de Siqueira entregou uma cartilha com a cópia de projetos que provocaram a criação do Estado. O governador eleito fez a coletiva ao lado do ex-senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB), seu filho, e ainda do presidente do PSDB, Ernane Siqueira.

Abrindo a coletiva, Siqueira cumprimentou a todos os veículos presentes e afirmou que a imprensa é importante para informar a sociedade. O tucano disse que o nível da imprensa do Estado é qualitativo.

Indagado sobre as críticas e denúncias que a imprensa, principalmente a nacional, fez durante a campanha, Siqueira disse que é importante uma ação questionadora por parte dos veículos. “Quando a imprensa critica ela está dando uma contribuição positiva”, frisou.

Conciliador

Falando sobre o estilo do governo que pretende fazer, Siqueira disse que será conciliador. “Fui eleito governador de todos e quero a contribuição de todos”, disse. Apesar da postura dura dos adversários com relação a ele na campanha, o tucano afirmou que não tem mágoa de ninguém. “Não tenho nada contra ninguém”, frisou.

“Passou a campanha eu quero paz e harmonia para fazer um grande governo”, completou. Para isso, ele afirmou que é importante a atuação da imprensa. “A liberdade de imprensa é fundamental para a construção de uma sociedade”, frisou. “Fui eleito em função de um desejo de mudança”, pontuou.

Campanha

Falando sobre a campanha, Siqueira disse que viveu grandes momentos e que fez uma campanha digna da aprovação do povo.