Polí­tica

Foto: Koró Rocha

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, 15, o deputado estadual Raimundo Moreira (PSDB)teceu críticas ao governo do Estado por encaminhar previsão de aumento orçamentário para os poderes Legislativo e Judiciário do Estado, em final de mandato.

As críticas do deputado não foram direcionadas aos aumentos em si, mas sim, ao fato do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) precisar passar a faixa e a cadeira do Palácio Araguaia para o governador eleito, Siqueira Campos (PSDB). Segundo o deputado, estes aumentos poderão trazer dificuldades ao novo governo que inicia em 2011. “É tentar amarrar todas as verbas para que o governo seguinte fique em dificuldades”, completou.

O deputado ainda destacou o período em que o atual governador, antes da eleição indireta no final de 2009, presidia a Assembleia Legislativa, e a então bancada governista rejeitou o aumento de repasse para o Legislativo estadual. Segundo Moreira, “Na época em que o Gaguim era presidente (da Assembleia), nós fizemos de tudo para aumentar (o orçamento) e não podia. Agora pode?” questionou.

O deputado classificou a atitude do governador como incoerente e destacou que irá estudar a fundo o projeto de lei para poder apresentar suas propostas de emendas. “Acho incoerência de quem era presidente da Casa na época”, informou.

Moreira ainda afirmou que irá participar ativamente da elaboração do orçamento estadual do ano que vem. De acordo com ele, sua equipe irá analisar todas as possibilidades para que suas emendas sejam bem aproveitadas. “Eu vou, certamente, propor estas emendas”, concluiu.