Educação

A Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva, situada na 405 norte, receberá nesta terça-feira, 23, a certificação da 1ª fase do Prêmio do Serviço Social da Indústria (SESI) de Qualidade da Educação (PSQE), em evento realizado em Brasília-DF, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Na ocasião serão apresentadas as escolas vencedoras na 2ª fase, no qual 74 escolas públicas municipais concorrem a nível nacional. Quem irá representar a Unidade de Ensino (UE) no evento é a Coordenadora do PSQE na escola, professora Marlucey Bezerra Cortez.

Qualidade na Educação

O PSQE avalia as práticas pedagógicas, a gestão escolar, o ambiente educativo e os resultados de aprendizagem com base em indicadores educacionais nacionais como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O objetivo do prêmio é de estimular a melhoria na qualidade da educação no país, incentivar as escolas que possuem práticas inovadoras nessa melhoria e valorizá-las.

De acordo com a coordenadora do PSQE no estado, Isabel Botelho, as escolas são avaliadas, mas também, recebem orientações e sugestões de melhorias depois que todas as escolas são visitadas e o grupo de avaliadores se reúne para apresentar as evidências levantadas.

Certificação e premiação

O PSQE dividi-se em quatro categorias, a primeira categoria é a de escolas públicas de ensino fundamental e médio de crianças, jovens e adultos. A segunda categoria é a de escolas privadas e a terceira de escolas do SESI.

Serão premiadas até cinco escolas da primeira categoria, três da segunda e duas da terceira. Os prêmios variam de cinco a vinte mil reais para as escolas vencedoras que participarão também de uma viagem internacional para conhecerem práticas referenciais de educação no exterior.

Quem pode concorrer

Para concorrer ao prêmio, a escola deve ter cadastro e participar no Censo Escolar, estar devidamente credenciada no sistema municipal, estadual ou federal de ensino e se inscrever em uma das três categorias citadas.

No Tocantins, 76 escolas se inscreveram, mas apenas 30 estavam habilitadas, pois forneceram todas as informações solicitadas, e apenas duas se classificaram para etapa nacional, a Escola Municipal de Palmas Beatriz Rodrigues da Silva e a Escola Municipal de Araguaina Domingos de Sousa Lemos.

Segundo a gerente da unidade executiva do SESI Tocantins, Rosilene Jaber, a participação das escolas no PSQE é uma oportunidade ímpar, “a escola recebe uma consultoria gratuita para checar o andamento dos processos de forma quantitativa e qualitativa”, afirmou Rosilene.

Iniciativa

O PSQE, que está em sua segunda edição, é um esforço de empresários do setor industrial, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Movimento Todos pela Educação.

O prêmio é realizado uma vez a cada dois anos e contribui na valorização das escolas de qualidade com peso nacional. Para mais informações, acesse o site www.sesi.org.br/premioeducacao.

Fonte: Ascop

Por: Redação

Tags: ENEM, IDEB, Marlucey Bezerra Cortez, PSQE, sesi