Polí­tica

Foto: Dicom/AL

Os parlamentares aprovaram vários projetos, em oito sessões extraordinárias, realizadas no início da tarde desta terça-feira, dia 14. Entre as matérias estão várias que declaram de utilidade pública estadual entidades do Tocantins e duas outras que concedem títulos de Cidadão Tocantinense a duas pessoas que se destacaram no Estado. As iniciativas são todas de autoria de vários parlamentares.

Foram declaradas de utilidade pública estadual a Associação Educacional e Beneficente Evangélica (Aebe), a Associação de Desenvolvimento Comunitário da Fundação Agrária de Pau D’Arco, a Associação Mães Costureiras de Almas, a Associação de Integração Social de Miracema, o Instituto Zerbini Sustentável e Solidário, a Associação dos Amigos do Bem e a Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Assentamento São Miguel em Taguatinga.

A Associação de Apoio às Comunidades Carentes de Angico (Associação Aroeira), a Casa de Recuperação e Reeducação de Palmas (CRER) e a Associação Flor de Lins das Mulheres de Palmas também foram contempladas com o título de Utilidade Pública.

Os projetos são de autoria dos deputados Eli Borges (PMDB), Luana Ribeiro (PR), Josi Nunes (PMDB), José Geraldo (PTB) e as quatro últimas do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Júnior Coimbra (PMDB).

Títulos

O Parlamento aprovou ainda a concessão de título de Cidadão Tocantinense para o Padre João Bosco de Deus da cidade de Paraíso, e para Onilson Batista da Silva pelos trabalhos prestados em Porto Nacional e em Palmas. O primeiro pedido foi de autoria do deputado Osires Damaso (DEM) e o segundo, do deputado Cacildo Vasconcelos (PP).

Fonte: Dicom/AL