Polí­tica

Foto: Divulgação Siqueira Campos (1ºE) iniciou entendimento de parceria com o governador do Pará, Simão Jatene (2ºD) Siqueira Campos (1ºE) iniciou entendimento de parceria com o governador do Pará, Simão Jatene (2ºD)

Aplaudido, o governador eleito Siqueira Campos (PSDB) fez pronunciamento durante o Encontro dos Governadores Eleitos do PSDB, que aconteceu nesta quarta-feira, 15, em Maceió-AL. Em seu discurso Siqueira Campos falou de Teotônio Vilela e citou outros grandes lideres e personalidades nascidas no estado de Alagoas, como Deodoro, Floriano, Graciliano Ramos, Pontes de Miranda e Paulo Gracindo.

Siqueira elogiou a iniciativa do governador alagoano Teotônio Vilela Filho, de reunir os oito governadores do PSDB e fez uma homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Temos certeza de que todos nós, participantes deste importantíssimo encntro continuaremos unidos a lutar, cada vez mais, em favor da verdadeira democratização do Brasil”, disse completando que Siqueira Campos sobre o Encontro de governadores.

O governador eleito lembrou a edição do Plano Real, quando FHC era Ministro da Fazenda, e sua ações para pôr fim à inflação que amedrontava e ameaçava o dinheiro do povo brasileiro e cobrou dos líderes do PSDB na Câmara e no Senado a defesa do ex-presidente.. “Foi Fernando Henrique Cardoso quem, visitando países e povos, ainda nos tempos de aventura das viagens a bordo do velho “sucatão”, ampliaram significativamente a presença e o prestígio do Brasil no Mundo”, lembrou Siqueira Campos citando que entre julho de 1974 e junho de 1994 a inflação no Brasil chegava a 151% ao ano, e que a partir de julho de 1994, ou seja, após a consolidação do Plano Real, a inflação teve média de 9% ano.

“Vejam, eminentes colegas, de que mal nos livrou o grande estadista Fernando Henrique Cardoso, primeiro como Ministro da Fazenda, com a edição do Plano Real e em seguida, por desígnios de Deus e vontade do povo brasileiro, como Presidente da República, quando deu sequência à luta que nos livrou do dragão da inflação, deu novos rumos à qualidade da gestão pública, fazendo aprovar a Lei de Responsabilidade Fiscal, construindo uma imagem País no Exterior muito positiva e de elevado prestígio e, também, combatendo a danosa concentração de renda”, lembrou o Governador eleito.

Siqueira continuou e explicou que enquanto trabalhava para diminuir a inflação e aumentar o poder aquisitivo do brasileiro, FHC não deixou de adotar políticas e providências, em especial de incentivos fiscais e creditícios para apoiar a livre iniciativa e o aumento da competitividade da agricultura, “com a crescente agregação de valores e, igualmente, sem deixar de fortalecer o empresariado brasileiro que merecidamente conquistou admiração e respeito no mercado internacional, o que tem sido de fundamental importância para aumentar nossas exportações e nos proporcionar crescentes superávit´s a cada ano.”

Assim, o governador eleito no Tocantins ponderou: “é por isso mesmo que, quando ouço falar de uma tal “herança maldita deixada pelo Governo Fernando Henrique”, fico imaginando a capacidade que têm algumas pessoas de distorcer os fatos de forma tão gritante, adotando a técnica de repetir uma inverdade ad multos annos até que ela comece a ser aceita como verdade.”

Siqueira Campos ouviu do presidente do PSDB, Sérgio Guerra, também em pronunciamento, que “Siqueira Campos, criador do Estado do Tocantins, é o único brasileiro, vivo, que criou um Estado, com quatro mandatos é uma das maiores legendas do partido, exemplo para ser seguido por todos.”

Também no Encontro de Governadores do PSDB, o governador Siqueira Campos iniciou entendimento de parceria com o governador do Pará, Simão Jatene, para desenvolverem projeto de tanques rede no Rio Araguaia.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Siqueira Campos