Polí­tica

Em entrevista ao semanário O Jornal depois da busca da Polícia Federal em sua residência na manhã desta quinta-feira, 16, o desembargador Libertato Póvoa afirmou que recebeu os policiais federais em sua residência.

Segundo um relato rápido do desembargador alvo de investigação suposta venda de sentenças, não há nada o que temer.

“Abri as portas da minha casa, meu computador e meu cofre”, afirmou o desembargador.

A operação da Polícia Federal tem como alvo combater a corrupção e há seis meses investiga alguns desembargadores.