Estado

Foto: Divulgação

O secretário de Trabalho e Assistência Social, Agimiro Costa, recebeu a visita do Cônsul da República de San Marino, Giuseppe Lantermo Di Torre Di Montelupo, na última sexta-feira, 28. Na ocasião, o Cônsul apresentou a proposta de uma parceria entre o Governo do Estado e a República para a criação de uma escola de montagem de joias no Tocantins.

A ideia, segundo o coordenador do Projeto de Pedras Ornamentais, Paolo Dominoni, é enviar 20 alunos tocantinenses bolsistas à Itália para aprender a atividade e posteriormente serem multiplicadores do conhecimento na Escola a ser instalada no Estado. De acordo com Dominoni, o grupo de alunos será composto de jovens do sexo feminino e masculino e pessoas com deficiência. O principal foco da Escola será a lapidação de joias com pedras regionais: “Trabalharemos apenas com pedras retiradas aqui (Tocantins) juntamente com o apoio das cooperativas que já extraem esse material. E nossa proposta é auxiliar essas cooperativas no que se refere ao treinamento de recursos humanos e treinamento com o uso de equipamentos italianos”, explica Dominoni.

O secretário Agimiro Costa demonstrou interesse na proposta e solicitou o encaminhamento de projetos e documentos para que seja estudada a viabilidade da parceria. “A ideia do atual governo é trabalhar com transversalidade, portanto nesta conversa com o Cônsul propus o envolvimento das secretarias da Agricultura, Indústria e Comércio, Mineratins, entre outras”, pontuou o secretário. Estiveram presentes na reunião o secretário executivo da Agricultura, Ruiter Luiz Andrade, e o secretario executivo da Setas, Gilberto Fernandes.

Fonte: Assessoria de Imprensa Setas