Estado

Foto: Divulgação

O jornalista Paulo Albuquerque foi nomeado como coordenador geral de comunicação da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço). A entidade é uma organização que surgiu em 1996, como objetivo de unificar a luta das rádios comunitárias na defesa pela liberdade de expressão.

No Tocantins, a Abraço funciona desde maio de 2009 e tem como diretor executivo o comunicador Edimar Rodrigues. No Estado, 52 rádios comunitárias são filiadas a entidade. O coordenador explicou que a entidade funciona como um sindicato e que tem a função de captar recursos para as rádios em todas as esferas, inclusive, fora do País.

A indicação de Paulo Albuquerque coube a Edimar Rodrigues que baixou uma portaria nomeando-o. Rodrigues afirmou que escolheu Paulo Albuquerque para assumir a coordenação de comunicação porque ele tem o perfil ideal para o cargo e tem lutado em Gurupi para criar espaços dentro dos veículos de comunicação para a cultura regional.

Paulo Albuquerque disse que a intenção da coordenação é ressaltar o trabalho da Abraço, ajudar a comunicação das demais emissoras comunitárias, estabelecer um padrão editorial e divulgação da cultura e informação regional.

O jornalista é diretor da rádio comunitária Nova FM de Gurupi, como coordenador geral de comunicação da Abraço.

Perfil

Paulo Roberto Albuquerque de Lima nasceu em 22 de agosto de 1963 na cidade de Cruz Alta (RS). Chegou ao Tocantins em setembro de 1989 atraído pela criação do novo Estado. Atuou inicialmente como advogado e professor até 1996 na cidade de Gurupi.

Músico profissional e compositor tornou-se conhecido por sua arte em todo o Tocantins. Ganhou festivais de música nas cidades de Porto Nacional, Araguatins, Nazaré, Gurupi entre outras.

Como gestor cultural foi presidente da Associação de Artes de Gurupi; presidente do CTG – Centro de Tradições Gaúchas de Gurupi, criou em 1990 o FESC – Festival da Canção, primeiro festival tocantinense a gravar os vencedores em vinil e CD; criou o FUC – Festival Universitário da Canção quando era assessor de imprensa da Faculdade UnirG em 2001, evento retomado em 2010 por ele mesmo já como coordenador do Curso de Jornalismo do Centro Universitário UnirG.

Paulo Albuquerque também é político. Concorreu a vereador em Gurupi no ano de 1996, ficando na primeira suplência. Assumiu por três meses em 1997 e dentre as leis aprovadas de sua autoria destaca-se a que exige 20% de espaço para a divulgação de músicas e informações tocantinenses nas emissoras de rádio local, lei esta sub judice a pedido da ABERT.

Profissionalmente, Paulo Albuquerque é editor do jornal Cocktail, fundado por ele em janeiro de 1990; diretor da Rádio Comunitária Nova FM em Gurupi, onde desenvolve projetos de valorização da arte tocantinense; professor no curso Jornalismo no Centro Universitário UnirG e coordenador do mesmo curso desde setembro último.