Campo

Foto: Kleiber Arantes

O Tocantins continua despertando interesse de empresários para investimentos em diversos segmentos do agronegócio. Ontem, quarta-feira, 9, o secretário da Agricultura, Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, recebeu em seu gabinete, consultores da empresa Brasil Vison, representantes de um grupo empresarial da Argentina.

Inicialmente, os empresários argentinos pretendem instalar no Tocantins uma esmagadora para processar a soja tocantinense. Segundo o consultor da Brasil Vison, Willian Molina Viegas, o empreendimento terá capacidade de processar 3 mil toneladas de soja por dia, com uma produção mensal de 90 toneladas. A expectativa é iniciar a construção ainda este primeiro semestre.

O grupo pretende ainda, ao longo dos anos, investir em indústria produtora de contêiners e vagões. “Por meio de nossa empresa, o grupo argentino ficou sabendo do potencial tocantinense. Por isso estamos aqui para analisar as condições de investimentos para os empresários argentinos. E temos certeza que aqui é um local promissor”, enfatizou Molina.

Segundo o secretário de Agricultura, Jaime Café, atualmente o Tocantins é o centro das atenções para investimentos de grandes empresas. “Além das condições logísticas favoráveis temos um grande diferencial de distância. O Porto de Itaqui, no Maranhão, está a 2.500 milhas marítimas mais perto do mercado europeu e asiático do que os portos de exportações do sul e sudeste do País”, observou.

Fonte: Secom