Polí­tica

Foto: Divulgação

O Primeiro Secretario da Câmara dos Deputados, Eduardo Gomes (PSDB) deu posse ao novo Secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Sérgio Sampaio Contreiras de Almeida, na tarde de quinta-feira (10). A solenidade foi realizada no gabinete da Primeira Secretaria.

Durante a cerimônia, Gomes homenageou o ex-secretário-geral Mozart Vianna de Paiva, que esteve à frente do cargo por cerca de 20 anos. “É uma honra substituir o Mozart, grande servidor e brasileiro, trazendo o Sérgio para cá, que é uma unanimidade entre todos os partidos, e tem uma história de compromisso e dedicação à Casa.” Mozart Viana afastou-se do cargo para integrar o gabinete do Senador Aécio Neves (PSDB-MG).

A Secretaria Geral da Mesa Diretora é um cargo de grande responsabilidade na estrutura da Câmara dos Deputados. Cabe ao Secretário Geral assessorar o Presidente e os demais membros da Mesa Diretora em relação ao Regimento Interno e toda a legislação referente à tramitação de projetos.

O Primeiro Secretário, responsável pela administração da Câmara dos Deputados, é a autoridade encarregada de dar posse ao Secretário Geral da Mesa Diretora e também ao Diretor Geral da Câmara dos Deputados.

Membro mais votado

Na disputa pelo cargo de Primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, o Deputado Eduardo Gomes conquistou 474 votos e a condição de campeão de votos desde que a Câmara passou a contar com 513 deputados, em 1997. Pesquisa comparativa realizada pelo Centro de Documentação e Informação da Câmara (CEDI) mostra que o Deputado Eduardo Gomes recebeu 92,40% dos votos de seus pares.

O segundo mais votado desde 1997, foi o Deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) com 91,81% (471) em 2009, para Primeira Vice-Presidência, seguido de Severino Cavalcanti (PE) que obteve 88,89% (456) dos votos para Segundo Secretário; em 2003. Em seguida o Deputado Jorge Tadeu Mudalen, com 88,69% em 2011 e Júlio Delgado com 87,91 também este ano.

Na disputa pela Presidência da Câmara o mais votado foi o João Paulo Cunha com 84,60% (434 votos) em 2003, seguido de Michel Temer com 82,26 (422) em 1999 e Marco Maia com 73,10 (375) nesta última disputa de 2011.

Fonte: Assessoria de imprensa deputado Eduardo Gomes