Polí­tica

Foto: Dicom/AL Hallum deverá presidir PPS no lugar de Dertins Hallum deverá presidir PPS no lugar de Dertins

Depois do PMDB, será a vez do PPS passar por transição no diretório estadual no Tocantins. O deputado federal do PPS no Estado, César Hallum admitiu essa possibilidade ao Conexão Tocantins na tarde desta quarta-feira, 16.

O processo para que o deputado estadual Eduardo do Dertins deixe a presidência do partido acontecerá de forma tranquila e pacifica, segundo Hallum. “Eu convivo bem com o presidente, embora o que o partido tem feito aí nunca falaram comigo”, ponderou.

No momento ainda não há nenhuma articulação em torno disso, segundo Hallum, entretanto já houve uma conversa prévia com Eduardo do Dertins sobre o assunto. Ele teria sinalizado positivamente para a possibilidade. “Já conversei com o Eduardo sobre a possibilidade disso acontecer. Mas sem atropelar o Partido. Eu tenho procurado deixar isso mais para frente”, disse.

Halum salientou que é preciso projetar o crescimento da legenda no Estado. Comentando sobre algumas brigas internas no partido principalmente com relação à eleição no diretório de Palmas, Halum disse que tem procurado ficar fora desses impasses.

A troca na presidência da legenda pode propiciar ainda uma melhor relação com a instância nacional. “Fica até mais fácil para as reuniões”, salientou.

O PPS conseguiu eleger Halum para federal e aumentou para três os parlamentares na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Sem pedra

Questionado sobre seu posicionamento com relação ao governo Estadual o deputado salientou que não colocará dificuldades para impedir o sucesso do governo. “Não vou colocar nenhuma pedra no caminho do atual governo, vou ajudar o povo do Estado. Independente de quem seja o governador vou manter a coerência”, frisou. Hallum finalizou dizendo que não fará uma oposição burra que venha atrapalhar o governo do Estado.

Atualizada às 19h40